Especial grávidas: quando surge o colostro?

 O post de hoje é dedicado para as gravidinhas de primeira viagem e que talvez já estejam desesperadas com este mito “de quantidade de leite que irão  produzir ou não”.
E este desespero já começa a aparecer quando temos a notícia que antes do leite aparecer, desce um líquido amarelado que os médicos chamam de COLOSTRO.
Como vocês já me conhecem bem, nem preciso falar que na gravidez da minha primeira filha, nem imaginava que isto surgia e muito menos sabia para que servia!!!  Só fiquei sabendo da existência, depois que a Chiara nasceu e que ela veio mamar a primeira vez. Foi neste momento que orientaram-me para não ficar desesperada que o leite só descia para valer depois de uns 5 dias e que esta substância amarelada era muito importante para os primeiros dias do recém-nascido.
COLOSTRO
Colostro armazenado – foto retirada da matéria do site: http://doulalondrina.blogspot.com.br/2012/11/o-que-e-o-colostro-quais-seus.html
Bom, como tudo que sei é por experiência, fui atrás da minha amigona e super profissional, a ginecologista Dra. Flávia Maciel de Aguiar, de Ribeirão Preto, do blog Gravidinhas e Mãezinhas para explicar  como é este processo do surgimento do colostro. Vejam o que ela escreveu:

“O colostro pode começar a ser produzido bem antes do parto, geralmente no último trimestre, ou só ser produzido após o parto. Varia muito de mulher para mulher, inclusive a quantidades que sai de colostro em cada mamada. A apojadura, que é a descida do leite, surge normalmente em 72 horas, mas pode ser antes ou vários dias depois.”

Bom, em poucas palavras, ela disse tudo! Portanto, não fiquem desesperadas se da prima, vizinha, amiga, cunhada….foi diferente do seu tempo!!! Cada um é cada um e digo mais: cada gestação é totalmente diferente da outra, ou seja, nao é porque você teve algo em uma que vai ter na outra, vice-versa. Não há regras inflexíveis.
O importante é relaxar e curtir o momento. E, se por acaso, tiver dificuldades com a amamentação, procure o banco de leite da sua cidade como escrevi AQUI! Elas são umas fofas e fazem questão de ajudar e receber ajuda!
Amamentar é algo divino que não pode ser associado  com sofrimento e sim com realização e satisfação de poder fornecer o melhor alimento ao seu filho! No começo nada é fácil, mas com o tempo específico de cada um, o bebê e a mãe se conhecem melhor e tudo se encaixa!!!
Vejam os benefícios deste líquido mágico:
image

Festa infantil em buffet ou em casa? Qual é a melhor opção?

Oi pessoal!

Faz tempo que queria escrever sobre este tema para vocês, afinal foi na festa de aniversário da Chiara deste ano que obtive a minha primeira experiência em buffet infantil.

20130309_123106

 

Foi muito linda, mas como tudo na vida, há prós e contras. Nem preciso falar que a principal vantagem de se fazer em buffet infantil é que podemos chegar na hora da festa e está tudo pronto! Isto é fantástico! Cansaço zero!

DSC_0131

IMG-20130310-WA0012

Outro ponto positivo são os brinquedos para a criançada, eles se divertem muito! E os buffets estão cada vez mais profissionais neste quesito: até percurso de arvorismo tinha neste que fiz a festa. (Porém, quando fazemos a festa em casa podemos também alugar brinquedos e/ou contratar uma empresa de recreação que também é muito legal)

20130309_144829

20130309_130412

20130309_145340

A tranqüilidade de contratar tudo em um mesmo local, confirmar tudo com uma pessoa só, também é muito positivo. Não precisa ficar ligando para o moço das cadeiras, a moça dos doces, bebidas…. (se bem que agora há empresas que podemos contratar para o local da festa e oferece todos os serviços). Porém, é interessante ligar na semana da festa no buffet para confirmar todos os serviços contratados, é uma garantia para não termos surpresas desagradáveis na hora.

20130309_145657

Encontro das primas de várias “gerações” da Chiara, da vovó Cleide, da tia avó Neide e da tia-bisavó Ivone (que confusão!!!hehehe)

20130309_150020
Outra vantagem é que os buffets são apropriados para festas infantis, ou seja, não fica nada adptado como em casa, que às vezes o salão é pequeno, ou a área não é coberta, ou tira todos os móveis.

20130309_150755

No buffet, literalmente não precisa se preocupar com nada, tudo chega na sua mão com muita tranqüilidade…não precisa se desesperar como em casa: cadê o fósforo? escrever o nome nos presentes??? quem apaga a luz???? hehehehehe quem nunca se preocupou com isto????

IMG-20130310-WA0006

Agora, o maior ponto negativo do buffet é a impessoalidade, ou seja, nada foi feito por vc, quase um delivery: agora sai uma festa das princesas, a noite dos carros, amanhã da barbie… e assim por diante! tudo igual para todos! De verdade, não me agrada nem um pouco… gosto de colocar a mão na massa e preparar a festa pensando qual é a decoração que mais tem a ver com meus filhos, a lembrança, gosto de personalizar!

20130309_122514

Apesar de ter a lembrança do buffet, eu criei a lembrancinha personalizada, que foi um imã de geladeira, que já é tradicional na nossa família (fazemos coleção!!!hehehehe). Disto eu não abri mão!!!

Chiara aniversário 4 anos certo

Outro ponto negativo é o preço, sai bem mais caro do que uma festa organizada por vc. Mas se vc. quer ter tranquilidade, vale a pena, pois hoje os buffets dividem em várias vezes o valor da festa, ou seja, mal terminou de pagar uma, já começa a pagar do outro ano….Acho que vou abrir um “consórcio” para festas infantis!!! heheheh o que acham???? brincadeira…

Na verdade, a festa vai se adequar a realidade dos pais: disponibilidade, o quanto quer gastar, estilo de vida, no momento de vida que a família está enfrentando… mas, o que vocês devem estar se perguntando agora??? Tudo bem Camila, você escreveu, escreveu, escreveu…mas o que vc. faria hoje se tivesse um outro filho?

1 – Se não ligasse para o “encontro da família e amigos” (pois são nestes momentos que conseguimos reunir todos), eu não daria festas, todos os anos comemoraria com uma viagem super especial!!!

2 – Porém, acredito que na época em que todos os amigos começam a dar festas, o meu novo filho iria solicitar algo neste quesito, ou seja, se não me importasse com o encontro familiar, faria uma tarde especial do meu novo filho com os amigos apenas.

3 – Hand made ou buffet? Depende da correria da minha vida: não adianta nada fazer tudo personlizado, feito por você e no dia da festa não aproveitar, porque está caindo de sono e de cansaço. Hoje, optarei por buffet ou alguma empresa que me traga tudo! Apesar de não me satisfazer como mãe com isto! Mas fazer o quê…querer não é poder!!!

4 – Sonho de consumo: atingir o “menos é mais”, ou seja, gostaria que a festa não fosse vinculada a presentes e sim, ao prazer de estar ao lado das pessoas e viver o momento! Uma festa ideal para mim seria cada convidado trazer um prato de comida e o aniversariante daria o bolo, sem decoração, mas uma programação de atividades com o envolvimento das pessoas, viver o momento… um almoço de domingo na casa da avó, por exemplo!!!!hehehehehe Mas como explicar para o aniversariante que não irá ganhar presentes??? a nossa família ainda não conseguiu chegar nesta EVOLUÇÃO..quem sabe um dia! Alguém já vive este exemplo de festa ou algo parecido???

 

“Filosofei” demais…hehehe um beijão e enviem comentários!!! Até mais..