Desabafo: as propagandas de brinquedos estão me deixando LOUCA!

 

Oi gente!
Hoje, quero dividir com vocês, uma situação que está me incomodando bastante: são as infinitas propagandas de brinquedos nos canais infantis.
Coitado do Papai Noel da Chiara, ele vai falir só com os pedidos dela…ela simplesmente quer tudo que vê na tv, ou seja, deve ser uns 10 brinquedos a cada intervalo de desenho animado!
Na verdade, estou bem perdida de como lidar com isto…como explicar para a minha filha que não podemos comprar tudo que queremos, que apenas podemos pedir um presente para o Papai Noel, mostrar a importância de valorizar o que conquistamos…se a todo momento estão plantando nela o consumismo exacerbado??
Não agüento mais ouvir: ” quero este mamãe, quero aquele mamãe…ela já esta dando presente até para o Benício…” Mãe, este vou comprar para o meu irmão, tá?”  Ahhhhh, me poupe!!!
Eu começo com uma super paciência, explicando….mostrando..dando exemplos….na metade dos desenhos, eu já concordo com tudo e fico extremamente irritada!!!
O que fazer? Vocês estão passando por isto também? Ou será que sou a única louca do planeta?  Por favor, preciso de ajuda….bjs

Vocês se sentem culpadas quando saem para trabalhar e deixam seus filhos?

Oi gente!

Este post estou fazendo para a Campanha CULPA NÃO da revista Pais & Filhos.

Todos os meses eles debatem  um assunto polêmico da maternidade que de alguma maneira nos trazem o sentimento de culpa, segue o link do facebook: https://www.facebook.com/#!/culpanao?fref=ts.

No mês de outubro é sobre a culpa que sentimos ao deixarmos nossos filhos para irmos trabalhar…e eu me identifiquei muito com este tema, afinal tenho aquela vida louca como a maioria das mães de hoje: trabalha, leva filho para a escola, dá comida, faz tarefa, arruma mala da escola, casa, marido….

Já me questionei várias vezes, o quanto valia a pena todo este esforço para uma “estabilidade financeira” e por outro lado não acompanhar o crescimento dos meus filhos…será que eles precisam ter tanto “conforto”? Isto vale a pena ficar longe da mãe? Será que crescerão crianças carentes? Um turbilhão de pensamentos e culpas vão surgindo ao mesmo tempo e, cada vez mais, nos cobramos para sermos uma MÃE melhor!

Também fico pensando: e quando eles crescerem….se eu parar de trabalhar…vou ser aquela mãe que só cuida da vida dos filhos? Vou me sentir inútil? E quando saírem de casa?…..ai meu Deus, vou me “jogar pela janela” hehehehehe.

Para quem me conhece, sabe que o ideal para mim seria trabalhar meio período, é o meu sonho de consumo… não seria nem 100% profissional, nem 100% mãe… o que falta é coragem para tomar esta decisão, afinal para tudo na vida dá-se um jeito…mas aí surge um outro sentimento de culpa…se trabalhar menos, vou ganhar menos, então  meus filhos vão ter que mudar de escola, não poderemos almoçar fora com frequência, nem dar aquele brinquedo que eles tanto querem….afffffff, confundimos tudo!!! Queremos dar amor em excesso, queremos estar ao lado dos nossos filhos em tempo integral, mas também queremos que eles tenham uma vida de reis e rainhas!!! Nem tudo na vida é possível…na verdade, este assunto é quase filosófico… a discussão nunca acaba, sempre há um porém, contudo, entretanto!

Admiro amigas que deixaram tudo para se dedicar ao filho e hoje se reinventaram para terem uma vida financeira estabilizada, mas também admiro as minhas amigas super profissionais que lidam com tranquilidade esta questão  e quando estão com os filhos, aproveitam cada segundo!!! E hoje é que estou colocando em prática (pelo menos tentando), se tenho três horas por dia para ficar com os meus filhos…tenho que transformá-las nas melhores horas do dia deles. Afinal, se eles são a nossa razão de viver, eles têm que saber e sentir que isto é a mais pura verdade….eles têm que saber  que depois que viramos mães, não tomamos nenhuma decisão sem pensar neles…e se estamos pendentes com tempo disponível, precisamos priorizar a qualidade! Precisamos apertar o botão de OFF e estar somente com eles de corpo e alma!

Bom, fácil falar, difícil executar, pois a culpa  está sempre nos assustando!!!

O importante é estarmos felizes, estarmos em busca da felicidade plena! E a culpa não combina com este sentimento, portanto meninas….CULPA NÃO!!! Será que conseguimos???

E vocês….como lidam com este sentimento?

bjs a todas…

 

 

 

 

Incentivando a Chiara a doar seus brinquedos

Oi gente,

Ontem, aqui em casa, tivemos uma missão quase impossível: pedimos para a Chiara separar seus brinquedos para doação. Usamos da tática que o Dia das Crianças está chegando e que para ganhar outros brinquedos, ela precisaria doar os que já não brinca mais, os que ela têm muitos, como bonecas, por exemplo, e explicamos que há muitas crianças que não possuem brinquedos para se divertir….e por aí foi!

Vocês irão conferir no vídeo o resultado, mas em alguns momentos ela separou e colocou na sacola sem titubear, mas em outras….a psicologia teve que ser forte! No final, tudo deu certo e a sacola ficou lotada de brinquedos!!!

Depois eu fui pesquisar (na verdade, fiz ao contrário, deveria ter pesquisado antes, mas tudo bem….) se tínhamos interagido com a Chiara de uma forma apropriada…e descobri que conseguimos. Vejam um trecho de uma matéria da Revista Claudia:

“Como incentivar os filhos a doarem brinquedos – Ensinar nossos filhos a conjugar o verbo doar, além de ser um exercício de solidariedade, os ajudará a entender que só há lugar para o novo quando nos desfazemos do velho. Escolha com eles quais roupas e brinquedos serão doados para que recebam novos e deixe que as crianças decidam a quem desejam oferecer os presentes. Os pais devem dar o exemplo e separar o que vão doar também. Sempre que possível leve os pequenos na hora de entregar o que separaram. Outra lição que se transmite é que quem doa acredita na abundância e terá sempre; já quem retém aposta na escassez. Educação financeira também trata de comportamento e escolhas.” Revista Claudia – 23/09/2011 http://claudia.abril.com.br/materia/ensine-seu-filho-a-reciclar-doar-brinquedos-e-respeitar-ordens/?p=/familia-e-filhos/criancas-e-adolescentes

Estes brinquedos serão doados para Campanha do Ribeirão Verde daqui de Ribeirão Preto. Se você quiser ajudar, fica o link que explico todos os detalhes da campanha. Participe!!! Ficaremos muito felizes! http://viverbembom.com.br/campanha-de-doacao-ribeirao-verde-participe-voce-tambem/

Agora com vocês….Chiara e seus brinquedos!!!

 

Mamães e Negócios – apresentando FANI RODRIGUES- profissional especializada em cortes infantis

Oi meninas,

Estas semanas que passaram, tivemos muitas interações no face sobre corte de cabelo infantil, se conhecíamos alguém, se poderiam confiar…

Pensando nisso, aproveitando uma ida ao salão para cortar o cabelo da Chiara, resolvi entrevistar a FANI que cuida do cabelo dela, praticamente, desde quando ela nasceu!

Confiram no vídeo as dicas que ela fala sobre a importância de cortar o cabelo com um profissional especializado em crianças.

Ah, mesmo o Benício que ainda não tem quase cabelo, entrou na brincadeira, ela ajustou o “pézinho” do cabelo. hehehehe

Um beijão e até mais!!!!