Como ajudar Entidades Sociais com a Nota Fiscal Paulista

Oi gente!

Tudo bem?

Descobri há muito pouco tempo que podemos ser muito mais eficazes do que apenas deixar as notas / cupons fiscais naqueles “potes” que têm nos caixas de supermercados, papelarias, lojas de departamento, entre outros locais.

Tudo começou quando quis envolver as crianças em trabalho voluntariado para que, desde pequenas, pudessem crescer com o hábito de desenvolver a solidariedade e entenderem que somos muito abençoados pelo que temos tanto no lado financeiro como no ambiente familiar. E que precisamos ter muita GRATIDÃO pelo que conquistamos.

Em poucas palavras, jeito Camila de ser kkkkk: fazer com que elas fizessem mais e reclamassem / pedissem menos.

Bom, e por onde começar para que tudo faça sentido?

Foi quando pensei nas Notas Fiscais Paulistas. Afinal eu também tinha uma curiosidade de entender como e quanto este “pilar” ajudava as instituições sociais.

Foi neste momento que descobri o site NotaBê – https://notabe.com/

O NotaBê ajuda as entidades sociais arrecadarem mais (notas) cupons fiscais sem CPF.  É um meio incrível de ajudar quem ajuda sem colocar a mão no bolso!

Como surgiu?

A ideia partiu do fundador da entidade AMARJA, de Franca/SP, um jeito fácil para que todas entidades pudessem aumentar a arrecadação. Algumas entidades já dispunham de algum tipo de formulário em seus sites, porém o NotaBê está no celular, tablet, redes sociais. E de graça para qualquer entidade.

Quem usa?

Eles ajudam mais de 400 entidades! Basta ir na página inicial para doar uma nota para alguma(s) delas! É possível escolher ou deixar aleatoriamente a sua doação.

E foi a partir deste momento que comecei a montar o meu “PLANO CRIANÇAS VIVER BEM BOM VOLUNTÁRIAS” kkkkk.

1º passo – Escolher a Entidade Social

Escolhemos a Obreiros do Bem -site: http://obreirosdobemrp.org.br/

A definição foi feita por meio de pesquisa do tipo de trabalho desenvolvido e também se haveria oportunidades de ajudarmos também fisicamente.

Segue o vídeo institucional para que conheçam melhor a Obreiros do Bem:

2º passo – Fazer os “combinados” com a Chiara e o Benício

Explicamos para os dois como era importante um trabalho voluntário e falamos do “plano” perguntando se os dois topavam. Na hora ficaram super empolgados, mas sabíamos que somente no dia a dia e no desenvolver do hábito que começaríamos a colher os frutos.

Neste 2º passo também ensinei para a Chiara como digitar as notas no site do NotaBê. 

E foi assim que começamos o trabalho: toda nota fiscal / cupom fiscal que recebíamos eram digitados por mim e pela Chiara.

Nota fiscal Paulista

3º passo – A família Viver Bem Bom foi conhecer a estrutura da Obreiros do Bem

Pelo site da Obreiros do Bem, descobrimos que eles realizam, todos os sábados,  um serviço a comunidade.

Neste 1º dia, chegamos bem na hora que estava acabando todo o processo para que pudéssemos conhecer a estrutura (ligamos antes para combinar).

Fomos recebidos por um dos diretores da instituição, pessoa maravilhosa, que tem como o voluntariado seu propósito de vida. E ele com uma linguagem voltada para as crianças, demonstrou e explicou cada espaço.

Ao final, fiz a grande pergunta: E a Nota fiscal Paulista, quanto representa financeiramente na manutenção da instituição? E aí foi a nossa grande surpresa: é a principal renda da Obreiros do Bem, mesmo que a % por nota fiscal repassada à instituição seja um valor bem pequeno.

4º passo – Informações de como nós, sociedade em geral, podemos ajudar mais, neste processo:

SIMPLES: Não deixar mais notas fiscais nos “potes” que ficam nos caixas e sim, levar para casa e registrar no  NotaBê (TER O COMPROMISSO DE REGISTRAR). 

Este processo economiza muito tempo dos voluntariados das instituições. Vejam a logística:

  • Alguém tem que ir de loja em loja recolhendo as notas fiscais (toda a semana)
  • Separar todas as notas por dia e por loja para facilitar a digitação
  • Ter pessoas disponíveis para fazer o processo de digitar milhares de notas no site do NotaBê

5º passo – Aprenda a digitar, clique aqui e veja a imagem abaixo:

NotaBe1

6º passo – Começamos a ajudar fisicamente:

A partir daí, conseguimos fazer todos os links necessários com as crianças, mas precisávamos mostrar ao vivo e a cores como todo o trabalho acontecia para que o cadastro da Nota Fiscal Paulista fizesse sentido e que não fosse uma “obrigação” e sim uma vontade própria de ajudar, porque sabem que estão fazendo a diferença para muitas pessoas.

Começamos a frequentar todos os sábados. Para a nossa alegria, as crianças acordam felizes, colocam sua camiseta do Obreiros do Bem e às 8h30 estamos lá, prontos, para mais um dia de doação ao próximo e a nós mesmos.

Hoje, eles ajudam em tudo: no café da manhã, na lavagem e secagem das canecas e formas utilizadas, na distribuição de alimentos e no que for preciso. Obviamente que são crianças, há dias que estão mais dispostos e dias que estão menos, mas eles entendem a importância do ajudar.

Aos poucos, fomos explicando situações complicadas, como: onde um morador de rua toma banho, explicamos sobre a bebida em exagero (pois eles sentiam o cheiro), porque tal pessoa está com muita dor de cabeça, sobre a situação da fome, porque uma menina tão jovem já está grávida e assim por diante. Eu sei que cada dia é um aprendizado diferente para todos nós. E o mais legal é que a comunidade já acostumou com as crianças e todos ficam felizes em receber algo que venha da mão deles.

WhatsApp Image 2017-04-02 at 22.46.52

Nem preciso falar, que a FELICIDADE que sinto é indescritível. Porque, na verdade, estamos AJUDANDO a NÓS MESMOS: a reclamar menos, a agradecer mais, a ser gratos por tudo, reconhecer a simplicidade da vida, como podemos aproveitar mais nossos momentos de felicidade. e o melhor – estar lá em FAMÍLIA (todos unidos por um bem maior).

Para variar, escrevi demais kkkkk, mas espero que tenham gostado e que possam multiplicar esta informação tão importante que poderá ajudar milhares de instituições no estado de SP, por enquanto. bjs a todos e fiquem abaixo com informações de como participar na Obreiros do Bem.

Como faço para participar?

Caso você teve interesse em participar, não fique envergonhado, apareça por lá que será muito bem recebido. Sempre precisamos de novos voluntários com vontade de distribuir amor e fazer o bem.

Segue abaixo um descritivo do trabalho desenvolvido aos sábados:

“Todos os sábados das 08:30hs até as 11:00hs a Associação está aberta a todos os moradores da comunidade e interessados, para realização de atividades diversas.
As crianças são separadas por faixa etária, em 3 salas, onde recebem orientações de cidadania, fazem trabalhos manuais, cantam, brincam, fazem recortes e pinturas, recebem noções de higiene.
Os adolescentes participam de atividades esportivas na quadra e no campo de areia.
Os adultos recebem noção de cidadania, são orientados sobre seus direitos. São realizadas duas palestras de caráter religioso, porém ecumênicas, abordando temas como a necessidade da fé, da determinação, da bondade, do amor, de se fazer o bem, das responsabilidades da família (do pai, da mãe), da coexistência pacífica entre pessoas da comunidade. É feito abordagem sobre drogas, formas de prevenção, entre outros.
A cada mês uma médica voluntária faz exame pré-natal nas gestantes dando as devidas orientações (há também o curso de gestantes para orientações gerais).
No início das atividades é servido um café da manhã e, ao final, há também distribuição de cestas básicas conforme alimentos disponíveis no estoque da Associação.
Todas as atividades são desenvolvidas por voluntários”. (texto retirado do site Obreiros do Bem)

 

 

 

Quase 4 anos se passaram… e finalmente… Estamos de volta!

Olá!!!!!!!

Isto mesmo! Não se assustem, pois apesar de querer muito, não estou grávida novamente! kkkkkk

Apenas faz muito tempo que queríamos voltar, mas sabíamos que ainda não estávamos preparados.

Ouvi muito, mas muitooooo: Camila não acredito que vc deixou tudo para trás. Na verdade, não deixamos, pois o Blog da Família continuou vivo por todos estes anos, ajudando milhares de famílias pelo Brasil e fora dele. Apenas precisávamos escolher, naquele momento o que queríamos ser: blogueiros profissionais focados nesta carreira ou focar na nossa carreira dentro do setor de Educação que já trabalhávamos há muito tempo.

Muitas coisas aconteceram nestes quase 4 anos (temos muitas experiências para compartilhar):

1 – As crianças cresceram (hoje a Chiara tem 8 anos, o Benício não é mais meu bebê e tem 5 anos e, agora, para chocar, a Marina é maior de idade, tem 18 anos – detalhe: acabou de tirar carta)

 

20161207_233515
2 – Outra realidade que não podemos negar é que o casal 20 está mais velho kkkk, mas também mais amadurecido em diversos setores da vida: tanto familiar, como profissional e também na nossa vida de casal e de indivíduo, como SER único.

WhatsApp Image 2017-04-02 at 22.38.03

3 – Mudamos de Santos para Curitiba… trabalhei na escola que estudei no Ensino Médio (depois não acreditam que o mundo é pequeno e dá voltas). E pela primeira vez, resgatei memórias e lembranças da infância e da adolescência. Foram quase dois anos muito bem vividos e com muita nostalgia…. “filha, era nesta praça que sua mãe vinha brincar quando tinha a sua idade”, frequento este restaurante desde a idade do Benício”… nem preciso continuar, né? kkkkkkkk

IMG_6145

4 – Porém o sonho Curitibano acabou em outubro de 2015 e voltamos para a nossa terrinha Ribeirão Preto por questões, como sempre, profissionais. E pela primeira vez na minha vida, tive problemas em me adaptar novamente à cidade (e olha que achei que nunca passaria por isto, afinal mudar sempre foi algo normal em minha vida desde pequena: já devo ter morado em umas 20 residências diferentes, mudei de escola umas 8 vezes e de cidade mais umas mais umas 9 vezes).

 

5 – E esta dificuldade de adaptação despertou dentro de mim uma nova Camila que ainda está se descobrindo e tentando se entender como mãe, esposa, filha, profissional, mulher, ou seja, minha missão no mundo. (Para este assunto em especial, teremos muito o que falar kkkk).

IMG_2527

6 – E esta nova Camila começou a procurar e descobrir novos caminhos, novos hobbies, novas atitudes….

7- Busquei algo que sempre tive vontade, mas nunca fiz com constância – Agir na área social – trabalho voluntário junto com a Família inteira (experiência está sendo fantástica, principalmente para as crianças).

WhatsApp Image 2017-04-02 at 22.46.52

 

8 – Busquei cursos nesta área para entender mais sobre como GERAR IMPACTOS SOCIAIS, isto mesmo, hoje sou certificada internacionalmente – Posso atuar como Gerente de Projetos Sociais.

9 – No meio do caminho, conheci pessoas maravilhosas, uma delas fez com que eu relembrasse dentro de mim o meu INGLÊS. Sim, hoje sou fluente na língua e presto um serviço social de Monitoria em uma Instituição de Ensino Superior em um grupo avançado de inglês.

10 – Consequentemente, comecei fazer cursos online em Inglês pela plataforma do EDX.
– Fiz pela Universidade de Michigan um curso de Social Work,
– Pela MIT um curso de Desenvolvimento de Políticas de Desenvolvimento,
– E agora estou fazendo um de Harvard sobre o Engajamento Familiar na educação dos filhos. (estou me achando kkkk)

IMG_2110 (1)

11- E os planos não param por aí, além do meu trabalho tradicional com Educação, meu marido e eu resolvemos pensar no nosso futuro (já que aposentadoria não será MESMO a solução). Faz 1 mês que adquirimos uma LOJA ONLINE DA POLISHOP (agora sou empreendedora)!

Vejam o link: www.polishop.com.vc/camilalorenz

Cartão polishop menor resolução

 

12 – Ufaaaaaa, agora vamos falar da coisa mais importante… e a FAMÍLIA VIVER BEM BOM, como está? Mesmo com todos estes furacões bons em nossas vidas, estamos sempre unidos e em primeiro lugar. Lógico que agora, as preocupações são outras… as crianças já são quase independentes kkkkk (brincadeira), mas, na real, assusta e muito… ao mesmo tempo nos enchem de orgulho e amor a todo momento. Mas tb tenham a certeza que será assunto de muitos posts.

IMG_1757 (1)WhatsApp Image 2017-04-02 at 22.54.04WhatsApp Image 2017-04-02 at 22.40.06

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Meus queridos, o que estava faltando era tomar a decisão e voltar para este nosso BLOG que sempre cuidamos com muito carinho. E quando percebemos que mesmo desatualizado, ele chegou em mais de meio milhão de acessos, isto nos deu forças para voltar e continuar ajudando, aprendendo, evoluindo com todos vocês, nossos leitores.

Tenho certeza que já escrevi demais, mas a FELICIDADE que estou por dentro é indescritível…. Escrever este post para vocês comunicando a notícia “we are back again” fez muito mais bem para mim do que para qualquer um de vocês, acreditem nisto!!!!

 

 

 

IMG_2456

Então por este grande motivo, quero terminar este post, com duas palavras…. OBRIGADA E GRATIDÃO. Sem vocês não saberíamos o quão importante é o nosso papel para muitas famílias comuns, como nós, que querem como um bem maior, A FELICIDADE DOS SEUS FILHOS.

Até breve.

Família Viver Bem Bom

 

Vocês sabem o que é o Social Good Brasil?

Oi gente!

Hoje quero falar para vocês sobre um evento que ocorreu semana passada, em Florianópolis: foi o SEMINÁRIO INTERNACIONAL  SOCIAL GOOD BRASIL.

Vocês sabem o que é isto?

O Programa Social Good Brasil acredita no poder das tecnologias para disseminarmos boas práticas pelo mundo! http://socialgoodbrasil.org.br/sobre-o-programa-social-good-brasil/

Eles possuem  três objetivos principais:

  • Disseminar o uso das tecnologias para a mudança social;
  • Identificar e apoiar experiências inovadoras e
  • Oferecer ferramentas e capacitações para iniciativas na área.

 Quando fiquei sabendo sobre o programa, achei o máximo e fui atrás para saber mais sobre o evento, fiquei maravilhada porque eles transmitiram tudo ao vivo pela internet e para quem não conseguiu acompanhar, as palestras estão disponíveis para assitir no canal do you tube: http://www.youtube.com/socialgoodbrasil  ainda não consegui  conferi tudo, mas vale muito a pena… como aprendizado, como para repensar nossos valores de vida e, principalmente, pensando em um mundo melhor para nossos filhos.

No seminário foi falado sobre o poder das mídias sociais, como juntos e conectados fazemos a diferença, ocorreu o  festival de ideias e muitas outras ações…mas o que me deixou mais feliz foi saber que milhares de pessoas estão engajadas para mudar os dias de hoje: implantar uma nova era!

O eventos foi um sucesso! Confiram os números: segundo citação feita por Sam Samegui Shiraishi (embaixadora do seminário) /@samegui @avidaquer / via facebook após o término do evento:

“Os números do #socialgoodbr: 2.534 menções à hashtag, resultando em 3,5 milhões de pessoas impactadas. Mais de 250 fotos na cobertura colaborativa no Instagram e fanpage. 388 menções ao termo Social Good Brasil no Facebook. 11.390 fãs na página do FB e 1.050 seguidores no Twitter. Desde o lançamento do site do SGB, foram 50.550 visitas no site do Social Good Brasil. Só nos dias do evento, foram 11.074 visitas ao site. Nos três dias foram 7.350 acessos na transmissão ao vivo em português e 1.310 em inglês. Até agora foram cerca de 170 matérias produzidas por 65 veículos diferentes (60% via internet, 30% jornais, 5% tv, #% rádio e 2% revistas.”  www.sgb.org.br
 
Entrem no site, lá têm muita informação sobre o que é o programa com mais detalhes, com ideias que já podemos colocar em prática, palestras de profissionais, a história…de como surgiu..quem são as idealizadoras e muito mais. 
EU já faço parte, espero que vocês também comecem a fazer a partir de agora!!! AFINAL, JUNTOS SOMOS MAIS…
 
 
Um beijo e confiram uma foto do evento, na qual minha amiga Sam Samegui junto com outros palestrantes está multiplicando suas ideias e ideais!  Parabéns a todos….
portaldailha.com.br