Dicas para incentivar a leitura nas crianças

Oi meus amigos!

O post de hoje é muito especial, pois no dia 18 de abril, comemora-se o DIA NACIONAL DO LIVRO INFANTIL! E pensando nisto, porque não falarmos sobre dicas para incentivarmos a leitura?

Como a maioria de vocês sabem, meu marido e eu trabalhamos no setor educacional desde muito novos. Portanto, para nós, a LEITURA é um dos pilares de aquisição de novos conhecimentos, de formação de opinião, de distração, ou seja, é EDUCAÇÃO.

Sem falar que acreditamos 1000% que EDUCAÇÃO é a chave de sucesso  para a transformação do mundo, para a formação de cidadãos críticos, éticos e responsáveis!

Ok Camila, tudo muito lindo, mas como incentivar a leitura aqui em casa?

E agora vou responder:

Como vocês, com certeza, já vivenciaram…. EDUCAR não é fácil, CRIAR um hábito, também não é fácil…. mas com persistência e dedicação chegaremos lá.

E para exemplificar, achei um artigo muito interessante do site da Pais&Filhos, clique aqui para ver o artigo , mas vou colocar as dicas (na íntegra) que eles sugerem para incentivar a leitura, aproveitando para falar da nossa experiência em família.

“9 passos para ajudar seu filho a gostar de ler”

“RESPEITAR OS GOSTOS DA CRIANÇA E FREQUENTAR LOCAIS COMO CINEMA, EXPOSIÇÕES E OUVIR MÚSICA PODE SER UMA FORMA DE COMEÇAR” (REDAÇÃO PAIS&FILHOS 

DICA ZERO: “Quanto mais cedo se tem contato com a leitura, melhor. E faz parte do nosso papel de pais incentivar e ajudar nossos filhos a criarem esse hábito”. A professora do departamento de educação da Universidade Estadual de Londrina, Lucinea Rezende, mãe de André e Maurício, mostra como formar pequenos leitores:

1. Não achar que é uma tarefa fácil

“Ler é uma prática muito prazerosa, mas não é fácil. “As pessoas costumam achar que é moleza criar esse hábito. Para se formar um leitor, é preciso construir ideias, ter foco, prestar atenção. Nem sempre isso é fácil para uma criança”, explica Lucinea. Por isso, não queira que a criança tenha a mesma facilidade que você”.

Experiência Família Viver Bem Bom:

Vivenciamos isto na prática, principalmente, se a criança começa a ser estimulada desde cedo… temos 3 casos na família. A Marina (18 anos) tentei incentiva-la depois de grande (adolescente) e definitivamente, o modo dela adquirir novos conhecimentos é  digital (Youtube, audiobook, grupos), mas o livro não vai (tudo certo, foi como ela se encontrou!).

Como eu gosto muito de ler (e ainda sou das antigas) gosto do papel… as crianças incentivei desde bebês com livros interativos e diferentes, até já escrevi sobre isto aqui no blog, clique aqui para acessar.

Primeiro livro “grande” que a Chiara leu – orgulho de mamãe kkkk

Além disto, deixamos todos os livros à disposição: na altura deles, em diferentes espaços (inclusive nos quartos tb):

Estante baixa na sala

Porta livros de parede (altura das crianças)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2. Frequentar ambientes de leitura

“Não adianta dar um livro para uma criança e nunca levá-la a uma biblioteca, livraria ou sebo. Para se tornar um leitor, não adianta apenas pegar um livro e ler. É preciso ter identificação com o hábito. Em outras palavras, é preciso que a leitura faça sentido para a criança. Ao levar a criança para conhecer esses locais, fale sobre os benefícios da leitura e que ela vai aprender coisas novas.”

Experiência Família Viver Bem Bom:

Se estamos no shopping passamos na livraria, já virou um hábito.

Se deixar, as crianças ficam horas lá dentro: descobrindo novos livros, novos temas… inclusive agora que a Chiara sabe ler, está ainda mais empolgante, pois ela se interessa por aqueles livros de COLEÇÃO, como Harry Potter, STAR WARS (capa dura, colorido…), mas ainda são muito difíceis para leitura dela. Vamos chegar lá um dia…. kkkk

Chiara bem novinha na Livraria

 

3. Ler o mesmo livro que o seu filho

“Dessa forma a família pode criar um clube do livro em casa: trocando e conversando sobre o que leram. “Isso torna o hábito da leitura mais divertido e possibilita que os pais se aproximem dos filhos”, conta Lucinea. Além disso, é uma forma de saber quais são as opiniões e preferências que as crianças têm.”

Experiência Família Viver Bem Bom:

 

Achei esta dica muito legal, pois hoje lemos muito para o Benício que ainda não sabe ler, mas por exemplo, não leio o mesmo livro que a Chiara (acredito que seja um grande incentivador, principalmente para as crianças que estão começando a ler livros maiores).

Papai lendo para o Benício

Vejam que tb temos um local bem aconchegante para ler (está bem perto do porta livros de parede)

 

 

 

 

 

 

 

4. Respeitar o gosto do seu filho

“O seu gosto e o do seu filho não precisam combinar. E o fato de ele não querer ler suas sugestões não quer dizer que ele não gosta de ler. “Todas as pessoas podem ser bons leitores, só é necessário que essa construção seja feita no ritmo certo, respeitando as preferências e os limites”, alerta.
Se você gostaria que ele se interessasse por determinado livro ou gênero, pode pedir que fale um pouco sobre a história que ele está lendo e aproveitar para contar um pouco sobre a sua. Dessa forma um cria interesse pela história do outro.”

Experiência Família Viver Bem Bom:

Nesta dica, dei muita risada kkkkk, pois é isto mesmo. Quem conhece a Chiara sabe que meus gostos não têm nada a ver com os dela.

Definitivamente tem seu próprio estilo e não é influenciável por nada kkkk. Na primeira vez, que a fiz proposta de comprar um livro maior, pois afinal ela já sabia ler e eu ia ensiná-la como ler uma página por dia (como era gostosa esta sensação…) Obviamente que procurei livros fofos de finais felizes e românticos e ela…. vejam o resultado abaixo:

Livros escolhidos pela Chiara – nada a ver com Princesas kkkk

 

5. Apresentar outros tipos de linguagem

“A gente costuma achar que a leitura está apenas nos livros, mas boas histórias também estão presentes em filmes, peças de teatro, exposições e até mesmo nas músicas. Só que com outra linguagem. O importante é mostrar diferentes possibilidades e assuntos”.

Experiência Família Viver Bem Bom:

Aqui em casa, chamamos a nossa “sessão de cinema” de FILME DE FAMÍLIA. Nada mais é do que a família inteira reunida assistindo filme com colchão na sala e pipoca (simples e que tem muito significado para nós).

E, para completar, o filme de família, AMAMOS FILMES DE HISTÓRIAS REAIS. É uma forma de incentivar o aprendizado de outras maneiras. Na verdade, sempre procuramos locais para visitar, com significado, nem que seja a árvore da praça…. acreditamos que a EXPERIÊNCIA NA PRÁTICA traz o aprendizado de forma mais concreta e fácil de assimilar.

Imaginem se o meu marido criativo não inventou uma história com este barco de Piratas que vimos na praia? kkkk aprendizado na prática kkkk

6. Ler para ele

“O contato com os livros pode começar antes mesmo de a criança ser alfabetizada. “Se os pais tornarem a leitura desde sempre um hábito natural, no momento em que a criança começar a ler, isso não lhe causará estranhamento, pelo contrário”.

Experiência Família Viver Bem Bom:

Já abordei acima este assunto, mas seguem alguns livros que as crianças estão amando… Inclusive é muito comum, eles ganharem livros de presente, e eu acho o máximo quando isto acontece. Também gostam de presentear…. é um estímulo tb. Outra dica interessante, mas que vou abordar em outro post, é sobre feiras de trocas de livros e os famosos SEBOS… é uma forma barata de trocar “o antigo” pelo “novo” e trabalhar o “compartilhar”….

São livros de Pop up ou mais clássicos como o “Pequeno Príncipe”
Super indico para a idade de 3 a 6 anos a “Ilha do Tesouro” e “Corpo de Bóris” e os outros dois para a idade de 7 em diante (saber ler)

Livro maravilhoso de Pop Up – dos sonhos (para coleção, além de brincar)

Vejam o castelo da Rapunzel que lindo!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

7. Explorar a leitura de outras formas

“Se você perceber que seu filho está gostando de determinado livro, vocês podem planejar, por exemplo, fazer uma peça de teatro em casa contando a história, ou planejar um passeio que tenha um cenário parecido com o enredo que ele está lendo. Ou, até mesmo, pedir a ele que escreva seu próprio livro. As possibilidades são infinitas”.

Experiência Família Viver Bem Bom:

Devemos fazer mais isto, tenho que admitir que poderíamos desfrutar muito mais desta dica. Porém, já transformamos alguns livros em bonecos reais, já montamos robôs recicláveis por causa de um livro, já visitamos o museu do Portinari porque as crianças estavam estudando sobre o artista na escola. Experiência fantástica. Eles jamais esquecem.

Vejam abaixo a transformação da personagem principal do livro em ROBOCLÁVEL de verdade kkkkk:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

8. Não tratar a leitura como punição

“Isso pode fazer com que seu filho associe a leitura a algo ruim. Portanto, se ele tiver feito algo ruim, não mande ele ir para o quarto ler um livro. Também não cobre dele o término de uma história.”

Experiência Família Viver Bem Bom:

Vou falar que esta dica é a mais difícil para mim que sou perfeccionista! Mas isto é uma melhoria que preciso fazer em mim e não na minha família.

Até eu entender isto, eu queria que a Chiara cumprisse a leitura de, pelo menos, uma página por dia. Percebi que não estava dando certo. Então, foi quando uma “luz”, literalmente, surgiu e fui por outro caminho.

Comprei uma lanterna de livro e expliquei para ela que ler o livro na hora de dormir é muito bom, pois tranquiliza e o “sono chega”, já que durante a semana temos horário para deitar e dormir.

lanterna de livro: encontra em livraria

Espero que tenham aproveitado muito estas dicas!

Por favor, se também tiverem dicas de como incentivar a leitura nas crianças, compartilhem conosco!!!! Sempre é muito bom aprender estratégias novas…

Grande bj a todos e FELIZ DIA DO LIVRO INFANTIL!

Projeto Família Saudável – Como passamos a semana?

Oi pessoal,

 

Confiram abaixo um resumo da nossa semana. Como estamos passando… nossas evoluções na alimentação saudável!

Sei que estou devendo as receitas para vocês, mas aos poucos colocarei aqui no blog!

Para quem não assistiu ao último programa do reality show, segue o link AQUI – Como saber ler os rótulos de alimentos!

Projeto Família Saudável já!

#projetofamiliasaudavel

#viverbembom

#chefedepapinha

Feliz Dia do Meio Ambiente – relembrar é viverbembom!

Oi pessoal,

 

Como hoje é o DIA INTERNACIONAL DO MEIO AMBIENTE, resolvi relembrar com vocês os nossos vídeos que o Viver Bem Bom fez com a turminha de super heróis da Recicla Kids.

As crianças irão amar rever as histórias e os super poderes deste pessoal que salva o mundo brincando!!!

Lembrem-se: Pequenas atitudes fazem toda a diferença!!! Quando multiplicamos nossas boas ações, ensinamos aos nossos filhos a serem pessoas melhores! Pensem nisso… bjs e aproveitem para reunir a família!!!

Confiram AQUI o vídeo do PLASTIC JR. e AQUI da VIDROLINA.

Ahhh. e também não poderia deixar de fora o trailer da turminha RK, no qual qual Claudia Leitte é a cantora da trilha sonora e madrinha oficial do projeto. Confiram: http://viverbembom.com.br/conhecam-os-reciclakids/

 

Sugestão de viagem em família – Brotas Eco Resort

Oi gente! Tudo bem?

 

Como todos sabem, gostamos muito de viajar e, neste final de semana, pudemos aproveitar um local muito gostoso para a diversão em família.

É o Brotas Eco Resort, que fica na cidade de Brotas, a 248 km da cidade de São Paulo. Desde a época de namoro, nós freqüentávamos este local para fazer atividades radicais e agora aproveitamos mais light com as crianças.

No vídeo, vocês verão as imagens mostrando um pouco sobre a infraestrutura do local: piscinas, playgrounds, refeitórios, fazendinha, monitoria, enfermaria, brinquedoteca, ou seja, amo este local porque em todas as atividades é possível aproveitar muito com as crianças. Sem falar da comida super caseira. Uma delícia! É produzida inteiramente com os produtos produzidos na fazenda.

E, se por acaso, vocês curtirem atividades de ecoturismo, como rafting, rapel, bóia cross… há a possibilidade de deixar as crianças com babás que o hotel oferece. Agora, se as crianças tiverem por volta de 5 anos, há o rafting infantil também.

E o que achei mais interessante: se a família tiver animal de estimação, não há problemas!!! Eles autorizam a entrada  no resort…não é o máximo? É porque realmente não atrapalha, pois o local é muito grande e os quartos são bem independentes.

Fica a dica para as férias, feriados e finais de semanas!

O site do Brotas Eco Resort é: http://www.brotasecoresort.com.br/

Telefone para contato: (19) 7831-3214 – Rodrigo

Confiram o vídeo….

Um beijão e até mais!

 

Festa infantil em buffet ou em casa? Qual é a melhor opção?

Oi pessoal!

Faz tempo que queria escrever sobre este tema para vocês, afinal foi na festa de aniversário da Chiara deste ano que obtive a minha primeira experiência em buffet infantil.

20130309_123106

 

Foi muito linda, mas como tudo na vida, há prós e contras. Nem preciso falar que a principal vantagem de se fazer em buffet infantil é que podemos chegar na hora da festa e está tudo pronto! Isto é fantástico! Cansaço zero!

DSC_0131

IMG-20130310-WA0012

Outro ponto positivo são os brinquedos para a criançada, eles se divertem muito! E os buffets estão cada vez mais profissionais neste quesito: até percurso de arvorismo tinha neste que fiz a festa. (Porém, quando fazemos a festa em casa podemos também alugar brinquedos e/ou contratar uma empresa de recreação que também é muito legal)

20130309_144829

20130309_130412

20130309_145340

A tranqüilidade de contratar tudo em um mesmo local, confirmar tudo com uma pessoa só, também é muito positivo. Não precisa ficar ligando para o moço das cadeiras, a moça dos doces, bebidas…. (se bem que agora há empresas que podemos contratar para o local da festa e oferece todos os serviços). Porém, é interessante ligar na semana da festa no buffet para confirmar todos os serviços contratados, é uma garantia para não termos surpresas desagradáveis na hora.

20130309_145657

Encontro das primas de várias “gerações” da Chiara, da vovó Cleide, da tia avó Neide e da tia-bisavó Ivone (que confusão!!!hehehe)

20130309_150020
Outra vantagem é que os buffets são apropriados para festas infantis, ou seja, não fica nada adptado como em casa, que às vezes o salão é pequeno, ou a área não é coberta, ou tira todos os móveis.

20130309_150755

No buffet, literalmente não precisa se preocupar com nada, tudo chega na sua mão com muita tranqüilidade…não precisa se desesperar como em casa: cadê o fósforo? escrever o nome nos presentes??? quem apaga a luz???? hehehehehe quem nunca se preocupou com isto????

IMG-20130310-WA0006

Agora, o maior ponto negativo do buffet é a impessoalidade, ou seja, nada foi feito por vc, quase um delivery: agora sai uma festa das princesas, a noite dos carros, amanhã da barbie… e assim por diante! tudo igual para todos! De verdade, não me agrada nem um pouco… gosto de colocar a mão na massa e preparar a festa pensando qual é a decoração que mais tem a ver com meus filhos, a lembrança, gosto de personalizar!

20130309_122514

Apesar de ter a lembrança do buffet, eu criei a lembrancinha personalizada, que foi um imã de geladeira, que já é tradicional na nossa família (fazemos coleção!!!hehehehe). Disto eu não abri mão!!!

Chiara aniversário 4 anos certo

Outro ponto negativo é o preço, sai bem mais caro do que uma festa organizada por vc. Mas se vc. quer ter tranquilidade, vale a pena, pois hoje os buffets dividem em várias vezes o valor da festa, ou seja, mal terminou de pagar uma, já começa a pagar do outro ano….Acho que vou abrir um “consórcio” para festas infantis!!! heheheh o que acham???? brincadeira…

Na verdade, a festa vai se adequar a realidade dos pais: disponibilidade, o quanto quer gastar, estilo de vida, no momento de vida que a família está enfrentando… mas, o que vocês devem estar se perguntando agora??? Tudo bem Camila, você escreveu, escreveu, escreveu…mas o que vc. faria hoje se tivesse um outro filho?

1 – Se não ligasse para o “encontro da família e amigos” (pois são nestes momentos que conseguimos reunir todos), eu não daria festas, todos os anos comemoraria com uma viagem super especial!!!

2 – Porém, acredito que na época em que todos os amigos começam a dar festas, o meu novo filho iria solicitar algo neste quesito, ou seja, se não me importasse com o encontro familiar, faria uma tarde especial do meu novo filho com os amigos apenas.

3 – Hand made ou buffet? Depende da correria da minha vida: não adianta nada fazer tudo personlizado, feito por você e no dia da festa não aproveitar, porque está caindo de sono e de cansaço. Hoje, optarei por buffet ou alguma empresa que me traga tudo! Apesar de não me satisfazer como mãe com isto! Mas fazer o quê…querer não é poder!!!

4 – Sonho de consumo: atingir o “menos é mais”, ou seja, gostaria que a festa não fosse vinculada a presentes e sim, ao prazer de estar ao lado das pessoas e viver o momento! Uma festa ideal para mim seria cada convidado trazer um prato de comida e o aniversariante daria o bolo, sem decoração, mas uma programação de atividades com o envolvimento das pessoas, viver o momento… um almoço de domingo na casa da avó, por exemplo!!!!hehehehehe Mas como explicar para o aniversariante que não irá ganhar presentes??? a nossa família ainda não conseguiu chegar nesta EVOLUÇÃO..quem sabe um dia! Alguém já vive este exemplo de festa ou algo parecido???

 

“Filosofei” demais…hehehe um beijão e enviem comentários!!! Até mais..

 

 

 

Litoral Catarinense – PARTE 2: dicas para comprar roupas baratas e outros acessórios

Oi pessoal,

Esta é a continuação do post sobre Litoral de Santa Catarina, quem ainda não leu a 1ª parte CLIQUE AQUI!

O assunto de hoje é sobre o que as mulheres mais gostam de fazer: comprar! Ainda mais se a palavra promoção ou desconto está escrita na vitrine da loja! hehehehehe (perdoem-me minhas amigas e leitoras que já são superiores e que não consomem, mas juro que estou tentando todos os dias chegar na evolução de vocês!!!)

No litoral Catarinense tudo que é malha é muito barato, mas em Itapema-meia praia, gosto muito de comprar sapatos também. Existe uma feira permanente que chama FECCAT, todos os sapatos são muito baratos e de qualidade, têm de tudo: couro, sintético, tecido, camurça, plástico…eu até evito ir para não gastar.
Além disso, há diversas lojas de pijamas (adulto e infantil) que são uma graça! Quem me conhece sabe que tenho coleção de pijamas… este ano comprei pijamas para as crianças e para mim por R$ 15,90 de ótima qualidade. Temos várias destas lojas no shopping Russi & Russi.


Também gosto muito de uma loja de cama, mesa e banho, a Sulfalu, toalhas de ótima qualidade por um preço muito acessível, além de lençóis, toalhas de mesa, edredons….

Em Itapema-Meia Praia temos que apenas prestar atenção onde comprar, porque tb. há muitas lojas que trazem roupas de SP e vendem super caro…. Então, só verifiquem se é fábrica, se for pode confiar: roupas de lã,  jaquetas de couro…tudo de ótima qualidade e preço.

Agora, o lugar ideal para ir é uma cidade chamada BRUSQUE, fica uns 30 minutos de Itapema, lá vc. recebe o ticket de VALE LOUCA! É nesta cidade que compro tudo de inverno para as crianças, afinal além de ser barato, pego o saldão de inverno.

Encontramos marcas famosas como Lilica Ripilica, Marisol, Millon…. com um preço fantástico (minha tia comprou um conjunto de moleton  flanelado para o Benício da Marisol por R$ 30,00) como também você acha roupas que não têm  marcas por preços inacreditáveis (comprei camisetas de manga longa para as crianças por R$ 6,75, calça legging para a Chiara por R$ 8,00, conjunto de moleton flanelado por R$ 17,00…e são roupas bonitas e de qualidade!
Achamos roupas tb. para nós…precisamos ter tempo, paciência e dinheiro para rodar o dia inteiro por lá. Dica: façam um planejamento do que precisam comprar e de quanto querem gastar…pois é tão barato que vc acaba levando porque é barato e não porque precisa.
Eu costumo ir em dois shoppings que têm lá: Stop Shop e Fip ( um na frente do outro), mas quem tem  paciência consegue pegar as lojas das próprias fábricas que são ainda mais baratas. E se vocês forem passar para Jaraguá do Sul, lá é a fábrica da Lilica Ripilica, fiquei sabendo que em dezembro estava tudo com 70% de desconto.


Meninas, é isto! Espero que este guia de compras sirva para vocês não gastarem tanto como eu gasto…coloco até no papel o q preciso comprar, mas não cumpro nada! Torço para que com vcs. seja tudo diferente heehehe!!!!

Um grande beijo e aguardem a PARTE 3: GUIA DE PASSEIOS.

Doação: vocês já ouviram falar sobre a “Cantinho do Céu” em Ribeirão Preto?

Moradores de RP e do Brasil!!!

Ontem realizamos mais uma doação para uma instituição daqui de Ribeirão Preto – a Cantinho do Céu – lar dos exepcionais.

Tudo começou porque recebi e-mails aqui no blog falando que viram os posts sobre a doação no Ribeirão Verde (CLIQUE AQUI para conferir) e que gostariam de doar várias coisas (brinquedos, roupas…) para o Viver Bem Bom escolher uma entidade para realizar a ação.

E ontem, fomos a casa da D. Nivanda, por sinal, muito obrigada a esta família, pois eles doaram muiiiiitttttaaaaaa coisa, aproveitamos que estávamos perto e resolvemos entregar tudo na Cantinho do Céu.

image

image

Eu não conhecia a instituição pessoalmente, mas estou muito feliz de ter escolhido este local, pois eles são um exemplo de dedicação, empenho e amor às pessoas que moram lá. Conhecemos toda a estrutura, que por sinal é super bem organizada e fiquei abismada como os funcionários dão a vida por estas pessoas.  Eles atendem 64 pacientes, atualmente, de 2 a 44 anos, todos com paralisia cerebral, porém de diferentes níveis. A maioria mora lá, pois a família abandonou (absurdo!) ou, simplesmente porque não podem sair porque precisam de atendimentos especiais.

A Cantinho do Céu vive de doações e, por incrível que pareça, eles praticamente não recebem ajuda da prefeitura e do governo….eles organizam bingos, eventos, recebem ajuda financeira de empresas e pessoas físicas e também confeccionam roupas de prematuros (para comprar, só ir direto lá), sem falar que tudo é produzido por eles…. desde os lençóis até a cadeiras de rodas, eles aproveitam tudo que ganham e adaptam para algo útil…simplesmente fantástico.

Bom, ficaria dias e dias…falando sobre este local porque realmente é um EXEMPLO a ser seguido!!! Se você mora aqui em Ribeirão Preto, vale a pena ir lá conhecer, se vc. não é, este é o link do site  http://www.cantinhodoceu.org/ e seguem abaixo as formas de ajudar (tem também no site).

Vale lembrar que eles retiram as doações em casa, ou seja, apenas precisamos nos preocupar em separar os itens e ter a vontade de ajudar!!!! Vamos???? Endereço e telefone: Rua Rio Verde, 352 – Vila Albertina, Ribeirão Preto, 14060-190 / (16) 3622-2660

Sem falar que você sai de lá valorizando e agradecendo mais ainda a sua vida e de todos a sua volta, precisamos SEMPRE AGRADECER POR TUDO QUE TEMOS E QUE SOMOS e pedir proteção a estas pessoas que realmente necessitam de atenção e ajuda!
Beijos a todos e verifiquem abaixo como ajudar!!!!
Como ajudar (texto retirado do site)

Você pode apoiar o Cantinho do Céu de várias formas:

– Trabalho voluntário Se você tem formação técnica nas áreas de fisioterapia, medicina, pedagogia e outras áreas e deseja realizar um trabalho voluntário com as pessoas atendidas pelo Cantinho do Céu.

– Através de doação de dinheiro Para atender com o amor e qualidade que oferecemos há mais de 50 pessoas, geramos uma despesa mensal média de mais de R$ 100.000,00. Todo apoio seja pessoal, entrando no quadro de associados (aonde você define um valor de contribuição mensal e uma pessoa de nossa equipe irá em sua residência retirar o valor, com toda a comodidade) ou empresarial através de patrocinios é fundamental para mantermos o atendimento à comunidade. Conta – Banco do Brasil: Ag 0028-0  Conta 5715-0

– Comprando e doando móveis, eletrodomésticos, eletrônicos e roupas Oferecemos em nossos bazares uma grande variedade de produtos em ótimo estado, vendidos em nossa sede. Também aceitamos doações de produtos bem conservados e inclusive disponibilizamos nosso veículo para a retirada. Visite nosso bazar na Rua Bahia, 2185.

– Participando de nossos eventos Marque sua presença em nossos jantares, bingos e apresentações.

 

Desabafo: as propagandas de brinquedos estão me deixando LOUCA!

 

Oi gente!
Hoje, quero dividir com vocês, uma situação que está me incomodando bastante: são as infinitas propagandas de brinquedos nos canais infantis.
Coitado do Papai Noel da Chiara, ele vai falir só com os pedidos dela…ela simplesmente quer tudo que vê na tv, ou seja, deve ser uns 10 brinquedos a cada intervalo de desenho animado!
Na verdade, estou bem perdida de como lidar com isto…como explicar para a minha filha que não podemos comprar tudo que queremos, que apenas podemos pedir um presente para o Papai Noel, mostrar a importância de valorizar o que conquistamos…se a todo momento estão plantando nela o consumismo exacerbado??
Não agüento mais ouvir: ” quero este mamãe, quero aquele mamãe…ela já esta dando presente até para o Benício…” Mãe, este vou comprar para o meu irmão, tá?”  Ahhhhh, me poupe!!!
Eu começo com uma super paciência, explicando….mostrando..dando exemplos….na metade dos desenhos, eu já concordo com tudo e fico extremamente irritada!!!
O que fazer? Vocês estão passando por isto também? Ou será que sou a única louca do planeta?  Por favor, preciso de ajuda….bjs

Blogagem Coletiva: É da nossa conta sim! Trabalho infantil e adolescente #semtrabalhoinfantil

Semana passada ocorreu o lançamento oficial da campanha “É da nossa conta! Trabalho Infantil e Adolescente”, da Fundação Telefônica, com o apoio da UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e a OIT (Organização Internacional do Trabalho). O projeto possui o apoio de diversas pessoas, entre elas: Maurício de Sousa, que desenvolveu um gibi especial da Turma da Mônica sobre o assunto; e da Daniela Mercury, embaixadora da Unicef.

Nesta semana, fomos convidados para participar de uma BLOGAGEM COLETIVA sobre a temática para estimular a conscientização das pessoas, divulgar a causa, debater, estimular ações de comprometimento, ou seja, tudo que for necessário para a erradicação do trabalho infantil e do adolescente.

Estou muito feliz em poder cooperar com esta causa, mas confesso que demorei para escrever o post porque nunca tive um contato real com este tema na minha vida toda…nem em casa, nem ao meu redor (lógico que já vi crianças pedindo dinheiro no farol ou vendendo algo), mas o que quero dizer é que, depois de ler vários post de blogs amigos, reparei que a problemática é muito mais presente e mais próxima do que eu imaginava e portanto, agradeço a Deus, pois sempre fui uma privilegiada!

Quando pensamos em trabalho infantil, logo ligamos com a pobreza, pensamos em comunidades que vivem em condições precárias, ou que vivem em situações que caracterizam o trabalho escravo, mas depois de ler algumas estatísticas no site da Fundação da Telefônica Promenino acredito que não sejam apenas estes os motivos, afinal 1 entre 10 crianças são vítimas de trabalho infantil hoje no Brasil, fiquei indignada, algo está muito errado!

Criança tem que brincar, criança tem que estudar, criança tem que ser criança! Precisamos estimular o “brincar saudável” porque nos dias de hoje, se as nossas crianças não são estimuladas para isso, elas ficam o dia inteiro na frente da TV ou do vídeo game.

Sei que uma educação não se baseia apenas só no brincar, há um conjunto de fatores a ser formado, e acredito que um deles é ensinar aos nossos filhos responsabilidades do “dia-a-dia”, tais como: arrumar o que está jogado, cuidar e zelar pelos seus brinquedos, ensinar a guardar suas roupas…para que eles tenham saibam valorizar o que possuem,  mas isto é muito diferente do trabalho doméstico forçado,  como, por exemplo, crianças e adolescentes que não vão há escola porque têm que limpar a casa…absurdo!!!

Se vocês estão vivendo ou sabem de famílias que praticam o trabalho infantil e do adolescente, denunciem ao Conselho Tutelar de sua cidade, ao Ministério Público, a um Juiz de Infância, ou pelo telefone do Disque 100 ou pelo site www.disque100.gov.br

O link abaixo, explica como podemos ajudar, vale a pena conferir:

http://www.promenino.org.br/Homes/Comoajudar/tabid/285/Default.aspx

Mais informações da campanha, vocês também encontram em:

http://www.samshiraishi.com/e-da-nossa-conta-trabalho-infantil-e-adolescente/

Precisamos ajudar a combater: trabalho infantil e adolescente É DA NOSSA CONTA SIM!!! Participem da campanha…compartilhem ações, pensamentos…ATITUDES!!! #semtrabalhoinfantil

 

 

Você já fez a doação para a campanha do Ribeirão Verde? Ainda dá tempo…

Oi pessoal!

Ontem fizemos a nossa doação para a Campanha do Ribeirão Verde! Confiram o vídeo…mas ainda vou fazer mais algumas “limpas” aqui em casa.

Por favor, colaborem com qualquer coisa, tanto adulto como infantil. São famílias que precisam de tudo: roupas, leite em pó, fralda, alimento, brinquedos etc…

Contamos com vocês!!!