Dicas para incentivar a leitura nas crianças

Oi meus amigos!

O post de hoje é muito especial, pois no dia 18 de abril, comemora-se o DIA NACIONAL DO LIVRO INFANTIL! E pensando nisto, porque não falarmos sobre dicas para incentivarmos a leitura?

Como a maioria de vocês sabem, meu marido e eu trabalhamos no setor educacional desde muito novos. Portanto, para nós, a LEITURA é um dos pilares de aquisição de novos conhecimentos, de formação de opinião, de distração, ou seja, é EDUCAÇÃO.

Sem falar que acreditamos 1000% que EDUCAÇÃO é a chave de sucesso  para a transformação do mundo, para a formação de cidadãos críticos, éticos e responsáveis!

Ok Camila, tudo muito lindo, mas como incentivar a leitura aqui em casa?

E agora vou responder:

Como vocês, com certeza, já vivenciaram…. EDUCAR não é fácil, CRIAR um hábito, também não é fácil…. mas com persistência e dedicação chegaremos lá.

E para exemplificar, achei um artigo muito interessante do site da Pais&Filhos, clique aqui para ver o artigo , mas vou colocar as dicas (na íntegra) que eles sugerem para incentivar a leitura, aproveitando para falar da nossa experiência em família.

“9 passos para ajudar seu filho a gostar de ler”

“RESPEITAR OS GOSTOS DA CRIANÇA E FREQUENTAR LOCAIS COMO CINEMA, EXPOSIÇÕES E OUVIR MÚSICA PODE SER UMA FORMA DE COMEÇAR” (REDAÇÃO PAIS&FILHOS 

DICA ZERO: “Quanto mais cedo se tem contato com a leitura, melhor. E faz parte do nosso papel de pais incentivar e ajudar nossos filhos a criarem esse hábito”. A professora do departamento de educação da Universidade Estadual de Londrina, Lucinea Rezende, mãe de André e Maurício, mostra como formar pequenos leitores:

1. Não achar que é uma tarefa fácil

“Ler é uma prática muito prazerosa, mas não é fácil. “As pessoas costumam achar que é moleza criar esse hábito. Para se formar um leitor, é preciso construir ideias, ter foco, prestar atenção. Nem sempre isso é fácil para uma criança”, explica Lucinea. Por isso, não queira que a criança tenha a mesma facilidade que você”.

Experiência Família Viver Bem Bom:

Vivenciamos isto na prática, principalmente, se a criança começa a ser estimulada desde cedo… temos 3 casos na família. A Marina (18 anos) tentei incentiva-la depois de grande (adolescente) e definitivamente, o modo dela adquirir novos conhecimentos é  digital (Youtube, audiobook, grupos), mas o livro não vai (tudo certo, foi como ela se encontrou!).

Como eu gosto muito de ler (e ainda sou das antigas) gosto do papel… as crianças incentivei desde bebês com livros interativos e diferentes, até já escrevi sobre isto aqui no blog, clique aqui para acessar.

Primeiro livro “grande” que a Chiara leu – orgulho de mamãe kkkk

Além disto, deixamos todos os livros à disposição: na altura deles, em diferentes espaços (inclusive nos quartos tb):

Estante baixa na sala

Porta livros de parede (altura das crianças)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2. Frequentar ambientes de leitura

“Não adianta dar um livro para uma criança e nunca levá-la a uma biblioteca, livraria ou sebo. Para se tornar um leitor, não adianta apenas pegar um livro e ler. É preciso ter identificação com o hábito. Em outras palavras, é preciso que a leitura faça sentido para a criança. Ao levar a criança para conhecer esses locais, fale sobre os benefícios da leitura e que ela vai aprender coisas novas.”

Experiência Família Viver Bem Bom:

Se estamos no shopping passamos na livraria, já virou um hábito.

Se deixar, as crianças ficam horas lá dentro: descobrindo novos livros, novos temas… inclusive agora que a Chiara sabe ler, está ainda mais empolgante, pois ela se interessa por aqueles livros de COLEÇÃO, como Harry Potter, STAR WARS (capa dura, colorido…), mas ainda são muito difíceis para leitura dela. Vamos chegar lá um dia…. kkkk

Chiara bem novinha na Livraria

 

3. Ler o mesmo livro que o seu filho

“Dessa forma a família pode criar um clube do livro em casa: trocando e conversando sobre o que leram. “Isso torna o hábito da leitura mais divertido e possibilita que os pais se aproximem dos filhos”, conta Lucinea. Além disso, é uma forma de saber quais são as opiniões e preferências que as crianças têm.”

Experiência Família Viver Bem Bom:

 

Achei esta dica muito legal, pois hoje lemos muito para o Benício que ainda não sabe ler, mas por exemplo, não leio o mesmo livro que a Chiara (acredito que seja um grande incentivador, principalmente para as crianças que estão começando a ler livros maiores).

Papai lendo para o Benício

Vejam que tb temos um local bem aconchegante para ler (está bem perto do porta livros de parede)

 

 

 

 

 

 

 

4. Respeitar o gosto do seu filho

“O seu gosto e o do seu filho não precisam combinar. E o fato de ele não querer ler suas sugestões não quer dizer que ele não gosta de ler. “Todas as pessoas podem ser bons leitores, só é necessário que essa construção seja feita no ritmo certo, respeitando as preferências e os limites”, alerta.
Se você gostaria que ele se interessasse por determinado livro ou gênero, pode pedir que fale um pouco sobre a história que ele está lendo e aproveitar para contar um pouco sobre a sua. Dessa forma um cria interesse pela história do outro.”

Experiência Família Viver Bem Bom:

Nesta dica, dei muita risada kkkkk, pois é isto mesmo. Quem conhece a Chiara sabe que meus gostos não têm nada a ver com os dela.

Definitivamente tem seu próprio estilo e não é influenciável por nada kkkk. Na primeira vez, que a fiz proposta de comprar um livro maior, pois afinal ela já sabia ler e eu ia ensiná-la como ler uma página por dia (como era gostosa esta sensação…) Obviamente que procurei livros fofos de finais felizes e românticos e ela…. vejam o resultado abaixo:

Livros escolhidos pela Chiara – nada a ver com Princesas kkkk

 

5. Apresentar outros tipos de linguagem

“A gente costuma achar que a leitura está apenas nos livros, mas boas histórias também estão presentes em filmes, peças de teatro, exposições e até mesmo nas músicas. Só que com outra linguagem. O importante é mostrar diferentes possibilidades e assuntos”.

Experiência Família Viver Bem Bom:

Aqui em casa, chamamos a nossa “sessão de cinema” de FILME DE FAMÍLIA. Nada mais é do que a família inteira reunida assistindo filme com colchão na sala e pipoca (simples e que tem muito significado para nós).

E, para completar, o filme de família, AMAMOS FILMES DE HISTÓRIAS REAIS. É uma forma de incentivar o aprendizado de outras maneiras. Na verdade, sempre procuramos locais para visitar, com significado, nem que seja a árvore da praça…. acreditamos que a EXPERIÊNCIA NA PRÁTICA traz o aprendizado de forma mais concreta e fácil de assimilar.

Imaginem se o meu marido criativo não inventou uma história com este barco de Piratas que vimos na praia? kkkk aprendizado na prática kkkk

6. Ler para ele

“O contato com os livros pode começar antes mesmo de a criança ser alfabetizada. “Se os pais tornarem a leitura desde sempre um hábito natural, no momento em que a criança começar a ler, isso não lhe causará estranhamento, pelo contrário”.

Experiência Família Viver Bem Bom:

Já abordei acima este assunto, mas seguem alguns livros que as crianças estão amando… Inclusive é muito comum, eles ganharem livros de presente, e eu acho o máximo quando isto acontece. Também gostam de presentear…. é um estímulo tb. Outra dica interessante, mas que vou abordar em outro post, é sobre feiras de trocas de livros e os famosos SEBOS… é uma forma barata de trocar “o antigo” pelo “novo” e trabalhar o “compartilhar”….

São livros de Pop up ou mais clássicos como o “Pequeno Príncipe”
Super indico para a idade de 3 a 6 anos a “Ilha do Tesouro” e “Corpo de Bóris” e os outros dois para a idade de 7 em diante (saber ler)

Livro maravilhoso de Pop Up – dos sonhos (para coleção, além de brincar)

Vejam o castelo da Rapunzel que lindo!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

7. Explorar a leitura de outras formas

“Se você perceber que seu filho está gostando de determinado livro, vocês podem planejar, por exemplo, fazer uma peça de teatro em casa contando a história, ou planejar um passeio que tenha um cenário parecido com o enredo que ele está lendo. Ou, até mesmo, pedir a ele que escreva seu próprio livro. As possibilidades são infinitas”.

Experiência Família Viver Bem Bom:

Devemos fazer mais isto, tenho que admitir que poderíamos desfrutar muito mais desta dica. Porém, já transformamos alguns livros em bonecos reais, já montamos robôs recicláveis por causa de um livro, já visitamos o museu do Portinari porque as crianças estavam estudando sobre o artista na escola. Experiência fantástica. Eles jamais esquecem.

Vejam abaixo a transformação da personagem principal do livro em ROBOCLÁVEL de verdade kkkkk:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

8. Não tratar a leitura como punição

“Isso pode fazer com que seu filho associe a leitura a algo ruim. Portanto, se ele tiver feito algo ruim, não mande ele ir para o quarto ler um livro. Também não cobre dele o término de uma história.”

Experiência Família Viver Bem Bom:

Vou falar que esta dica é a mais difícil para mim que sou perfeccionista! Mas isto é uma melhoria que preciso fazer em mim e não na minha família.

Até eu entender isto, eu queria que a Chiara cumprisse a leitura de, pelo menos, uma página por dia. Percebi que não estava dando certo. Então, foi quando uma “luz”, literalmente, surgiu e fui por outro caminho.

Comprei uma lanterna de livro e expliquei para ela que ler o livro na hora de dormir é muito bom, pois tranquiliza e o “sono chega”, já que durante a semana temos horário para deitar e dormir.

lanterna de livro: encontra em livraria

Espero que tenham aproveitado muito estas dicas!

Por favor, se também tiverem dicas de como incentivar a leitura nas crianças, compartilhem conosco!!!! Sempre é muito bom aprender estratégias novas…

Grande bj a todos e FELIZ DIA DO LIVRO INFANTIL!

Quase 4 anos se passaram… e finalmente… Estamos de volta!

Olá!!!!!!!

Isto mesmo! Não se assustem, pois apesar de querer muito, não estou grávida novamente! kkkkkk

Apenas faz muito tempo que queríamos voltar, mas sabíamos que ainda não estávamos preparados.

Ouvi muito, mas muitooooo: Camila não acredito que vc deixou tudo para trás. Na verdade, não deixamos, pois o Blog da Família continuou vivo por todos estes anos, ajudando milhares de famílias pelo Brasil e fora dele. Apenas precisávamos escolher, naquele momento o que queríamos ser: blogueiros profissionais focados nesta carreira ou focar na nossa carreira dentro do setor de Educação que já trabalhávamos há muito tempo.

Muitas coisas aconteceram nestes quase 4 anos (temos muitas experiências para compartilhar):

1 – As crianças cresceram (hoje a Chiara tem 8 anos, o Benício não é mais meu bebê e tem 5 anos e, agora, para chocar, a Marina é maior de idade, tem 18 anos – detalhe: acabou de tirar carta)

 

20161207_233515
2 – Outra realidade que não podemos negar é que o casal 20 está mais velho kkkk, mas também mais amadurecido em diversos setores da vida: tanto familiar, como profissional e também na nossa vida de casal e de indivíduo, como SER único.

WhatsApp Image 2017-04-02 at 22.38.03

3 – Mudamos de Santos para Curitiba… trabalhei na escola que estudei no Ensino Médio (depois não acreditam que o mundo é pequeno e dá voltas). E pela primeira vez, resgatei memórias e lembranças da infância e da adolescência. Foram quase dois anos muito bem vividos e com muita nostalgia…. “filha, era nesta praça que sua mãe vinha brincar quando tinha a sua idade”, frequento este restaurante desde a idade do Benício”… nem preciso continuar, né? kkkkkkkk

IMG_6145

4 – Porém o sonho Curitibano acabou em outubro de 2015 e voltamos para a nossa terrinha Ribeirão Preto por questões, como sempre, profissionais. E pela primeira vez na minha vida, tive problemas em me adaptar novamente à cidade (e olha que achei que nunca passaria por isto, afinal mudar sempre foi algo normal em minha vida desde pequena: já devo ter morado em umas 20 residências diferentes, mudei de escola umas 8 vezes e de cidade mais umas mais umas 9 vezes).

 

5 – E esta dificuldade de adaptação despertou dentro de mim uma nova Camila que ainda está se descobrindo e tentando se entender como mãe, esposa, filha, profissional, mulher, ou seja, minha missão no mundo. (Para este assunto em especial, teremos muito o que falar kkkk).

IMG_2527

6 – E esta nova Camila começou a procurar e descobrir novos caminhos, novos hobbies, novas atitudes….

7- Busquei algo que sempre tive vontade, mas nunca fiz com constância – Agir na área social – trabalho voluntário junto com a Família inteira (experiência está sendo fantástica, principalmente para as crianças).

WhatsApp Image 2017-04-02 at 22.46.52

 

8 – Busquei cursos nesta área para entender mais sobre como GERAR IMPACTOS SOCIAIS, isto mesmo, hoje sou certificada internacionalmente – Posso atuar como Gerente de Projetos Sociais.

9 – No meio do caminho, conheci pessoas maravilhosas, uma delas fez com que eu relembrasse dentro de mim o meu INGLÊS. Sim, hoje sou fluente na língua e presto um serviço social de Monitoria em uma Instituição de Ensino Superior em um grupo avançado de inglês.

10 – Consequentemente, comecei fazer cursos online em Inglês pela plataforma do EDX.
– Fiz pela Universidade de Michigan um curso de Social Work,
– Pela MIT um curso de Desenvolvimento de Políticas de Desenvolvimento,
– E agora estou fazendo um de Harvard sobre o Engajamento Familiar na educação dos filhos. (estou me achando kkkk)

IMG_2110 (1)

11- E os planos não param por aí, além do meu trabalho tradicional com Educação, meu marido e eu resolvemos pensar no nosso futuro (já que aposentadoria não será MESMO a solução). Faz 1 mês que adquirimos uma LOJA ONLINE DA POLISHOP (agora sou empreendedora)!

Vejam o link: www.polishop.com.vc/camilalorenz

Cartão polishop menor resolução

 

12 – Ufaaaaaa, agora vamos falar da coisa mais importante… e a FAMÍLIA VIVER BEM BOM, como está? Mesmo com todos estes furacões bons em nossas vidas, estamos sempre unidos e em primeiro lugar. Lógico que agora, as preocupações são outras… as crianças já são quase independentes kkkkk (brincadeira), mas, na real, assusta e muito… ao mesmo tempo nos enchem de orgulho e amor a todo momento. Mas tb tenham a certeza que será assunto de muitos posts.

IMG_1757 (1)WhatsApp Image 2017-04-02 at 22.54.04WhatsApp Image 2017-04-02 at 22.40.06

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Meus queridos, o que estava faltando era tomar a decisão e voltar para este nosso BLOG que sempre cuidamos com muito carinho. E quando percebemos que mesmo desatualizado, ele chegou em mais de meio milhão de acessos, isto nos deu forças para voltar e continuar ajudando, aprendendo, evoluindo com todos vocês, nossos leitores.

Tenho certeza que já escrevi demais, mas a FELICIDADE que estou por dentro é indescritível…. Escrever este post para vocês comunicando a notícia “we are back again” fez muito mais bem para mim do que para qualquer um de vocês, acreditem nisto!!!!

 

 

 

IMG_2456

Então por este grande motivo, quero terminar este post, com duas palavras…. OBRIGADA E GRATIDÃO. Sem vocês não saberíamos o quão importante é o nosso papel para muitas famílias comuns, como nós, que querem como um bem maior, A FELICIDADE DOS SEUS FILHOS.

Até breve.

Família Viver Bem Bom

 

Projeto Família Saudável – receitas práticas e rápidas

Oi pessoal, tudo bom?

Hoje vocês poderão conferir como foi a 3ª visita da Chefe de Papinha, Nathália Donato e da nutricionista, Nathália Guedes na casa da Família Viver Bem Bom.

A meta desta visita era ensinar à família, receitas práticas e rápidas que têm tudo a ver com que a família gosta de comer.

As receitas práticas foram:

– Torta de liquidificador com carne moída e legumes – mais uma vez aprendi que não precisa cozinhar os legumes antes. Foi muito legal porque a Chiara ajudou a fazer e ficou uma delícia… com muito recheio. Receita rápida de se fazer e bem nutritiva. Receita da torta AQUI.

– Danoninho caseiro – elas escolheram esta receita porque as crianças adoram comer Danoninho. Deixando claro que o caseiro é muito mais saudável, né??? O único detalhe é que para o meu paladar, eu acrescentaria açúcar (elas indicaram-me o Demerara) para ficar mais doce. Receita rápida: 1 iogurte natural, a mesma medida de creme de leite fresco, 1 bandeja de morangos, 1 sachê de gelatina sem sabor. Vejam no vídeo o passo a passo de como fazer.

– Cookie saudável – CAMPEÃO! Ganhou na categoria… sabor, receita rápida e prática!!!kkkkk – Aprovado pelo Benício que é o especialista em barrinha de cereais e afins! kkkkk

O cookie é bem interessante porque é possível “brincar” bastante com os ingredientes: por exemplo… colocamos uva passa, mas poderíamos ter colocado castanha picadinha, damasco, maçã, amêndoa, gotas de algum creme…. da próxima vez, vou acrescentar mel, acredito que ficará uma delícia e mais docinho! Receita do cookie AQUI!

Confiram o vídeo abaixo para ver o passo a passo das receitas, mas para quem não acompanhou o programa anterior, CLIQUE AQUI para ver como a Família Viver Bem Bom passou a semana passada.

#projetofamiliasaudavel #viverbembom #chefedepapinha

 

 

 

Relação sexual após nascimento dos filhos

Genteeeem, que assunto complicado, né? Como manter a vida de casal com a chegada dos filhos? Afinal, a relação sexual existe???

Esta imagem é ótima!!! Vocês devem me achar louca, mas este é meu sonho de consumo..hehehehe foto: www.gironatela.com

Esta imagem é ótima!!! Vocês devem me achar louca, mas este é meu sonho de consumo..hehehehe / foto: www.gironatela.com

 

As adaptações, os receios, a falta de foco no parceiro… vishhiii quantas indagações???

Tenho que confessar que tinha muito medo das mudanças. Tinha medo de não saber o que ia acontecer… e me aterrorizava com que outros casais com filhos contavam: aquelas brincadeirinhas sem graça e fora de hora que sempre apareciam na conversa – vocês são loucos, filho muda tudo… preparem-se para nunca mais ter tempo para nada…blá blá blá.. afff, desnecessário!

Bom, a Chiara nasceu e, na minha opinião, a partir deste momento (quando nasce o primeiro filho) que você comprova se o amor do casal é mesmo verdadeiro. Sabe, o que o padre diz: na alegria, na tristeza, na saúde, na doença…. E assim por diante! Afinal, principalmente nas primeiras semanas e meses, o casal se anula e vive para o seu mais puro e intenso amor, seu filho.

Isto mesmo.. quando viramos pais e mães, é quando descobrimos o amor incondicional… aí começa um grande  dilema na vida do casal: se eu achava que meu amor incondicional era pelo meu marido e depois descubro que o maior amor que sinto é pelos meus filhos, como fica o amor que sinto pelo meu marido?? Nosssaaaa, que nó na cabeça!!! Apesar do amor de filho e marido serem coisas completamente diferentes, há muitos casos da mãe esquecer do seu lado esposa e ser somente mãe, e isto acontece muuiiiitttooo, mesmo porque nossos hormônios estão lá no pé de tão baixos, a nossa aparência está péssima porque o corpo pós gravidez ninguém marece, sem falar do nosso perfume diário que passa a ser leite estragado!!! Ah… E não posso esquecer da cena de quando as crianças dormem e um olha para outro e diz… Transar ou dormir??? Sem dúvida, escolhemos o dormir….hehehehehe

Agora,uma notícia boa: na vida, tudo se adapta…..e, aos poucos, os casais que são realmente CASAIS DE VERDADE, acostumam-se com a nova vida e encontram novas maneiras de de deixar a “chama acesa da paixão”.  Não será como antes, mas dependendo do casal pode ser muito melhor. O que posso dizer é que o companheirismo tem que falar mais alto e sem desespero, pois aos poucos tudo volta ao normal. Lembrando que cada casal vai encontrar o seu jeito novo de manter uma atração sexual ativa. Lógico que a palavra acomodação não pode estar no nosso vocabulário, precisamos investir no nosso relacionamento, afinal milagres não existem.

Seguem abaixo algumas dicas, nas quais muitas eu sigo, outras não fazem parte da nossa realidade, mas sei que dá certo para outras pessoas:

Apresentação pessoal: só falo uma coisa, como manter uma atração pelo parceiro em alta, se fica com aquelas olheiras enormes, cabelos desarrumados, pijama o dia inteiro… repito: milagre não existe! Precisamos estarmos bem com o nosso “EU” para agradar o outro… estar sempre cuidada, unhas feitas, maquiagem básica, roupas atraentes…

Tudo bem que não somos uma Gisele Bundchen, mas a nossa deusa interior pode se sentir, né? foto: www.vebidoo.de

Tudo bem que não somos uma Gisele Bundchen, mas a nossa deusa interior pode se sentir, né?/  foto: www.vebidoo.de

Carinhos constantes: com o tempo corrido, às vezes esquecemos de tocar a pessoa que juramos amor esterno. Beijos fora de hora, andar de mãos dadas, carinhos na perna enquanto o outro está dirigindo, coisas simples, mas que fazem a diferença para manter o entrosamento do casal em alta. Estimular o toque!

As famosas rapidinhas serão uma constante na vida do casal: se o casal não é adepto a este modelo, podem começar a achar graça neste estilo de sexo… lembrem-se: criatividade é tudo!!! hehehehehe

Um dia na semana, no mês, só para o casal: Uma viagem só os dois de poucos dias, um jantar, um cinema, um passeio… algo que vocês sempre faziam quando não tinham filhos. Esta é uma dica que não pratico muito, para vocês terem noção, nunca mais viajamos  sozinhos sem os filhos nem por um dia. Mas cada casal tem um jeito de lidar, sabemos que hoje, viajar sem eles, não será sinônimo de curtição e sim, ficaremos sentindo-nos culpados e não iremos aproveitar nada, mas quando parentes estão em casa, aproveitamos para dar umas fugidinhas básicas!

E se não der para sair, que tal fazer um jantar romântico em casa? Lógico, que depois que os pimpolhos dormirem, né?

E se não der para sair, que tal fazer um jantar romântico em casa? Lógico, que depois que pimpolhos dormirem, né? foto: www.bolsademulher.com.br

 

Outros estímulos: Como um filme mais picante, ou um livro, bilhetes, mensagens… importante não esquecer de datas românticas como aniversário de casamento, dia dos namorados ou mesmo quando fazemos uma surpresa em datas nada específicas. Não estou falando de presentes, consumismo, estou falando de atitudes que resgatem o casal, a essência do marido e mulher… E esquecer um pouco do papel de mãe e de pai!

Quando comecei a ler esta trilogia, eu tinha vergonha de estar lendo este tipo de livro, mas por trás de tanta "baixaria", há uma linda história de amor. Simplesmente YARRRRR! Só quem leu, sabe que estou falando ehehehehe foto: www.enjoei.com.br

Quando comecei a ler esta trilogia, eu tinha vergonha de estar lendo este tipo de livro, mas por trás de tanta “baixaria”, há uma linda história de amor. Simplesmente YARRRRR! Só quem leu, sabe que estou falando hehehehehe. Se vc. ainda não leu e quer “apimentar” sua relação, super indico!!!     foto: www.enjoei.com.br

Na verdade, a mensagem que quero passar com este post polêmico é mostrar que é possível ter um casamento feliz, uma relação de marido e mulher, mesmo com muito filhos. Lógico que temos saudades do tempo de recém-casados, onde não tínhamos hora para acordar e que tínhamos o controle total  das nossas ações,  mas a palavra é PERMITIR, não sinta-se culpado que um dia você está com vontade de passar o dia inteiro na cama  com o seu companheiro, assistindo filme… Sem horário para nada, enquanto seus filhos estão passando o dia com a avó. O que não podemos fazer é transmitir a responsabilidade de criação dos nossos filhos para  alguém, por exemplo, deixar todos os dias os filhos com a avó porque vamos para a balada todo santo dia! Absurdo, sem cabimento, né?

Equilíbrio é o segredo! Tudo que é extremo, seja para mais ou para menos, não é saudável! Pensem nisto e vamos cada vez mais comemorar os anos que passamos ao lado dos nossos amores eternos!!! Sejam felizes, façam a outra pessoa feliz!

E para terminar… SIIIMMMMMM é possível ter relação sexual após o nascimento dos filhos! 

Qual é a opinião de vocês? Compartilhem conosco!

Um grande bj e até mais!

 

Palestra da Elizabeth Monteiro em Santos: “Criando filhos em tempos difíceis”

PAIS E MÃES DA BAIXADA SANTISTA,

 

É com muito orgulho que venho divulgar este evento no Viver Bem Bom. Afinal, Elizabeth Monteiro além de uma amiga querida, é uma super profissional que sou fã número 1!

Conheci a Betty em um evento da Revista Pais & Filhos que participei e, a partir deste contato acompanho o seu trabalho desde sempre.

O que mais gosto é que além da teoria, ela possui a prática do assunto FILHOS! E como todos os pais sabem, ter a experiência  do discurso é fantástico!

Pensando nisso e, aproveitando o lançamento do novo livro da Betty,  “Criando filhos em tempos difíceis”, o Viver Bem Bom junto com o Shopping Parque Balneário e o Colégio Anglo Santos,  convidaram-a para fazer uma palestra sobre o tema para a nossa comunidade de pais da Baixada Santista.

O evento será gratuito, no dia 29/06/2013, sábado, às 19h, na praça central do Shopping Parque Balneário.

Como será aberto ao público em geral, pedimos que façam uma inscrição através deste LINK para melhor organização do evento.

Ah, sem falar que é uma ótima oportunidade de nos conhecermos pessoalmente, não é? Então, segue o convite oficial do evento.

Contamos com a participação de todos vocês!

Um grande bj e até mais…

Palestra ELizabeth Monteiro em Santos

 

 

 

 

Dia dos namorados em família… é possível?

Oi gente!

Bom, amanhã será o Dia dos Namorados e, devemos estar na mesma situação que muitos casais que possuem filhos: sem opção de sair apenas os dois para um jantar romântico ou algo parecido….hehehehe

O que fazer então? Deixar a data de lado? Nem pensar! Apesar de ser uma comemoração totalmente comercial, acredito que devemos entrar na brincadeira e aproveitar, mesmo sendo em família!

Todos vocês sabem que gostamos muito de presentes feitos por nós, presentes com fotos para guardar recordações do momento vivido, (clique AQUI para ler assuntos relacionados a este assunto) e gostamos de curtir juntos!

Acredito também que Dia dos Namorados é uma data pontual e que sempre devemos relembrar o AMOR, não só em uma data específica, mas no dia-a-dia, esta é a grande sacada para uma boa saúde de um relacionamento… Gosto muito de surpresas fora de hora, presentes sem motivos, mensagens inesperadas… Isto é uma delícia!

Mas, afinal de contas, o que vamos fazer para comemorar o Dia Dos Namorados em família?

Dia dos namorados em família!

Dia dos namorados em família!

Lá em casa, utilizamos muito a palavra AMORES…. Por exemplo, se eu e o Juninho damos um beijo na frente da Chiara, ela diz: Mãe, é beijo de amores??? Ou, se ela vê na tv um beijo… é filme de amores??? É muito engraçado!! Então, como ela sabe que amanhã é dia dos namorados, porque ouviu na mídia ( impossível não ouvir, só se fala disso…), vamos tentar mostrar que é uma data para celebrarmos o Amor!

Como neste dia não dá para sair… tudo é lotado! Vou fazer um JANTAR DE AMORES em casa temático… acho que um foundue… à luz de velas e com corações de papel feitos por nós….

Além disso, faremos  uma brincadeira para que ela ajude eu e o pai a desenhar um CARTÃO de AMORES para um dar para o outro…

Alugaremos  um filme infantil que seja de AMORES… Ainda não sei qual, mas  há vários bonitinhos como o “Gnomeu e Julieta”! É uma graça! Vocês têm mais alguma sugestão?

E…. depois que as crianças dormirem, pensamos em uma programação a dois! Bela ideia, né?!

Feliz dia dos namorados em família! Compartilhem conosco o que vocês organizaram para esta data… Um grande beijo e até mais!

Você já pensou em adotar uma criança?

Oi gente,

 

Tudo bem?

Dia 25 de maio comemora-se o “dia nacional da adoção”. Com certeza, um tema mega polêmico, mas que resolvi escrever aqui, pois na Família Viver Bem Bom já cogitou-se esta ideia várias vezes e vira e mexe retornamos ao assunto.

adoção dia

Agora vocês me perguntam: Camila você tem o desejo de adotar??? Sim, tenho muito!!! Acredito que já fui muito abençoada em poder gerar duas vidas (todos sabem da minha vontade de ter mais filhos), mas incluir neste círculo uma “pessoinha” que foi abandonada, ou que ficou orfã… seria fantástico,  pois poderemos ajudar e transformar a sua vida. Não me preocupo em raça, cor, sexo, idade, país de origem… gostaria de proporcionar isto à alguém!

Porém, como nada é fácil e simples de resolver, pois somos seres humanos e, adotar uma criança não é chegar no supermercado e escolher um produto…qual é o meu maior medo, ou melhor dizendo, receio: SERÁ QUE CONSEGUIREI CONSIDERAR COMO FILHO? SERÁ QUE NÃO FAREI DIFERENÇA ENTRE MEUS FILHOS LEGÍTIMOS e o ADOTADO? COMO MEUS FILHOS REAGIRÃO À SITUAÇÃO??? Lógico que nunca iremos saber se não concretizarmos a ação, mas por mais que temos as mais belas intenções, não mandamos no nosso coração.

Também sei que temos que ter todo um apoio profissional para a família, para que ajude em todo o processo! Também sei que não há um modelo perfeito, pois como tudo na vida, a mesma ação pode dar certo para uma pessoa e para outra não. Conheço casos maravilhosos de adoção, no qual a pessoa é super inserida à família, ninguém faz diferença, a pessoa sabe que é adotada e agradece por ter sido acolhida… mas também há casos que os filhos não aceitam, que a o filho adotado é revoltado, que trouxe discórdia para a família… mas isto pode acontecer em todas as situações, inclusive temos muitos casos de filhos legítimos que  não são se encaixam ao ambiente familiar… affff, mas o  que pensar então???

Cada família tem o seu jeito de pensar e agir e sabe o que é melhor para seu ambiente familiar, também acredito que a família sabe quando estará preparada para o assunto (mesma coisa quando também colocamos em dúvida se estamos preparados para casar, se achamos a pessoa certa para viver o resto da vida, se temos condição de cuidar de um filho, se queremos engravidar ou não… e quem já viveu isto, sabe que simplesmente acontece… simplesmente flui..talvez  não com tanta naturalidade…mas vai!) E na família Viver Bem Bom este assunto está amadurecendo aos poucos, ficarei muito realizada se  este sonho um dia se transformará em REALIDADE!

Enquanto isto, gostaria de compartilhar com vocês alguns links que li esta semana e explicam muito sobre o assunto (inclusive passo-a-passo) e dizer o quanto me orgulho das pessoas e famílias que passaram por cima de todos os “PORÉNS” e tanto  ajudam  e fazem o bem ao próximo: dando um lar, estudo, comida, roupa…. e acima de tudo: MUITO AMOR, AMOR VERDADEIRO, AMOR DE MÃE, DE PAI, DE IRMÃO, DE AVÔ,  DE TIO… AMOR FAMILIAR POR INTEIRO!!! Simplesmente sem palavras…

Links das matérias:

http://revistapaisefilhos.uol.com.br/familia-e-tudo/adocao-passo-a-passo

http://www.brasilescola.com/datas-comemorativas/dia-nacional-adocao.htm

Site direcionado a este assunto:

http://www.adocaobrasil.com.br/

adoção                                                                                                          www.dsvc.com.br

Qual é a opinião de vocês? Um grande bj e até mais!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vocês rezam com seus filhos? O que fazer para que eles prestem atenção ou participem?

Oi gente! Tudo bom?

Não quero conversar com vocês sobre religião. Na verdade, cada família acredita nos seus ideais e tenho certeza que independente de qual sejam, nós queremos ensinar aos nossos filhos bons princípios de vida e de atitudes!
Pensando nisso, pensei: por quê não compartilhar o que fazemos em casa?
Nós somos da religião Espírita, não sei se existe em outras religiões ou se é um nome diferente, mas fazemos “Evangelho no Lar” em casa, com nossos filhos, uma vez por semana. Nada mais é do que agradecer e transmitir conhecimentos sobre Jesus.
No começo, era bem complicado, pois queríamos ler o evangelho e lógico que a Chiara não ficava parada, muito menos prestava atenção no que estávamos lendo (pais sem noção), mas é que achávamos que só havia aquele modo de se fazer…
Até que, meu marido criativo, achou um livro gigante com histórias de Jesus para crianças. E o mais legal: o livro inteiro para pintar!!!
Hoje, fico muito feliz ao ver que minha filha espera ansiosamente para rezar e aprender todas as semanas… Nós lemos a breve história, explicamos e finalizamos com a pintura! Todos nós pintamos, inclusive o Benício!
Há também outras alternativas: livros infantis sobre a história de Jesus, ou sobre “lições de moral” … e como não podemos ficar sem o mundo virtual….hehehehe, há belas histórias no you tube, inclusive quando estamos pintando, colocamos uma música de fundo instrumental para relaxar e para aproveitarmos o momento!
Fiquem com as fotos do livro!
E vocês, como fazem em casa??? Contem as estratégias de entretenimento…. Hehehehehe bjs e até mais!

 

 

Dicas para não começar a semana “de cabeça para baixo”

Oi pessoal! Tudo bem?
Bom, resolvi escrever este post porque sempre tenho a impressão que tudo está desarrumado, que sempre estou atrasada, sempre estou correndo… vocês possuem a mesma sensação?????
Pensando nisso, implantei algumas estratégicas básicas no meu dia-a-dia que nem sempre consigo cumprir porque bate aquela preguiça, mas quando dá certo tenho a certeza que preciso colocar mais vezes em prática.

Ah, antes de contar quais são as dicas, quero deixar claro que todas são adaptadas a cada dia, afinal quem tem filhos nada é eterno… eles conseguem mudar o tempo todo o nossa rotina!!! hehehehe….

Vamos lá:

1- Acordar todos os dias 20 minutos mais cedo, faz a diferença! Podem acreditar… Você se arruma com mais tranqüilidade, consegue sentar para tomar café, dá para respirar. Agora, isto só acontece se seus filhos não inventam acordar mais cedo também.Pensando pelo lado positivo, se acordarem ainda estamos 20 minutos na frente.

2- Arrume tudo no dia anterior: há dias que estou naquela preguiça, afinal de contas, não funciono à noite… mas tento me esforçar para deixar roupas separadas, uniformes, mochilas da escola arrumadas, mamadeiras lavadas… no outro dia de manhã, este esforço valerá a pena!

IMG_1235

IMG_1234

3 – Brinquedos – não sei na casa de vocês, mas na minha em 5 minutos em que as crianças estão em casa, parece que a revolução dos brinquedos aconteceu!!! Sabe aquela cena do Toy Story 3, da creche… tudo bem que eles cuidam dos brinquedos, mas a cena de tudo espalhado é igual!!! Ainda não consegui fazer com que arrumem  antes de irem dormir (agora que a Chiara está começando a arrumar do jeito dela, ou seja, aquele arrumado todo amontoado hehehehe), mas estando ajeitado ou não, tentamos deixar tudo ok antes de irmos para a cama.

download

4- Roupas, sapatos, acessórios espalhados pela casa: seria tudo mais fácil se o maridão e as crianças soubessem pegar e devolver no mesmo local, mas como isto não acontece… fico igual louca recolhendo o que está espalhado… juro que qualquer dia vou fazer greve…será que dá certo??? Bom, esta ordem da casa quase sempre fica para o dia seguinte, mas tento me esforçar para arrumar antes.

 

20121227_213521 (1)

Não posso reclamar do meu marido, apesar dele ser superrrrrr desligado e bagunceiro, ele me ajuda muito com as crianças…lá em casa é o esquema de todo mundo tem que se ajudar e tentamos dividir as tarefas..tudo bem que algumas coisas homem fazer não dá certo…hehehehe, mas vamos tentando!!!

 

Com todos estes itens cumpridos, as chances de no outro dia você acordar e se arrumar com mais tranquilidade são maiores, mas não são GARANTIDAS!!!! rsrsrs… isto é vida com filhos!!! Amamos muito tudo isto!!!

E na casa de vocês, acontece tudo igualzinho só muda o endereço? Vc. tem a impressão de sair para trabalhar ou fazer outros afazeres e já estar acabada logo no começo do dia??? Contem para nós quais são as estratégias para otimizar tempo e stress! Podem ajudar muitas famílias…

Um grande bj e até mais!

 

Precisamos de ajuda: quais são os melhores passeios em família para fazermos em GRAMADO?

Demorou, mas conseguimos!

Como escrevi AQUI, pedi opiniões a vocês sobre qual seria uma viagem legal em família para fazermos em julho.
Recebi várias dicas legais, mas a que mais apareceu e que eu sempre quis levar o Juninho e as crianças foi para GRAMADO.
image
Então, está decidido: a Família Viver Bem Bom vai para a região SUL do país, mas fizemos uma pequena mudança: vamos agora no feriado do Corpus Christi.
Comprei todas as passagens com milhas e como muitos hotéis não comportavam a nossa família em um quarto apenas, resolvi alugar um chalé em uma pousada super bonita, nova e que possui cozinha. O preço saiu bem mais em conta ( um terço do que estava se ficássemos em hotel) sem falar que o fato de ter cozinha me agrada muito para poder lavar mamadeira, poder esquentar uma papinha, ter mais espaço… depois conto se o lugar é realmente o que falam nos comentários ( detalhe: fiz a compra pela decolar.com)
image
Vamos para Porto Alegre e lá, no aeroporto, vamos alugar o carro e as cadeirinhas das crianças.
Agora, preciso de vocês novamente!!!!
Chegaremos na quarta-feira cedo e iremos embora no domingo à tarde. O que vocês sugerem como programação?
Quando fui, era muito nova e não tinha nem metade do que a cidade proporciona hoje, estou meio perdida do que vale a pena realmente fazer…. Lembrando que estaremos com o Benício de 1 ano e 3 meses, Chiara de 4 anos e a Marina de 14 anos… Ou seja, precisamos dividir os passeios de uma forma que agrade a todos.
Ah, sem falar que também preciso de indicações de restaurantes… Não vejo a hora de saborear um CAFÉ COLONIAL, mas são tantas opções…
Portanto: HEEELLLLLLPPPPPPP, PLEASE!
Queria agradecer a todos pela ajuda na escolha da nossa viagem!
Agora,  conto com vocês mais uma vez….
Um grande beijo!
Camila