Projeto Família Saudável – receitas práticas e rápidas

Oi pessoal, tudo bom?

Hoje vocês poderão conferir como foi a 3ª visita da Chefe de Papinha, Nathália Donato e da nutricionista, Nathália Guedes na casa da Família Viver Bem Bom.

A meta desta visita era ensinar à família, receitas práticas e rápidas que têm tudo a ver com que a família gosta de comer.

As receitas práticas foram:

– Torta de liquidificador com carne moída e legumes – mais uma vez aprendi que não precisa cozinhar os legumes antes. Foi muito legal porque a Chiara ajudou a fazer e ficou uma delícia… com muito recheio. Receita rápida de se fazer e bem nutritiva. Receita da torta AQUI.

– Danoninho caseiro – elas escolheram esta receita porque as crianças adoram comer Danoninho. Deixando claro que o caseiro é muito mais saudável, né??? O único detalhe é que para o meu paladar, eu acrescentaria açúcar (elas indicaram-me o Demerara) para ficar mais doce. Receita rápida: 1 iogurte natural, a mesma medida de creme de leite fresco, 1 bandeja de morangos, 1 sachê de gelatina sem sabor. Vejam no vídeo o passo a passo de como fazer.

– Cookie saudável – CAMPEÃO! Ganhou na categoria… sabor, receita rápida e prática!!!kkkkk – Aprovado pelo Benício que é o especialista em barrinha de cereais e afins! kkkkk

O cookie é bem interessante porque é possível “brincar” bastante com os ingredientes: por exemplo… colocamos uva passa, mas poderíamos ter colocado castanha picadinha, damasco, maçã, amêndoa, gotas de algum creme…. da próxima vez, vou acrescentar mel, acredito que ficará uma delícia e mais docinho! Receita do cookie AQUI!

Confiram o vídeo abaixo para ver o passo a passo das receitas, mas para quem não acompanhou o programa anterior, CLIQUE AQUI para ver como a Família Viver Bem Bom passou a semana passada.

#projetofamiliasaudavel #viverbembom #chefedepapinha

 

 

 

Projeto Família Saudável – Como passamos a semana?

Oi pessoal,

 

Confiram abaixo um resumo da nossa semana. Como estamos passando… nossas evoluções na alimentação saudável!

Sei que estou devendo as receitas para vocês, mas aos poucos colocarei aqui no blog!

Para quem não assistiu ao último programa do reality show, segue o link AQUI – Como saber ler os rótulos de alimentos!

Projeto Família Saudável já!

#projetofamiliasaudavel

#viverbembom

#chefedepapinha

O que muda no orçamento familiar com a chegada de um filho? Dois, três, quatro…

Oi gente!

Quem nunca ouviu dizer de uma amiga a seguinte frase: “preciso me estabilizar financeiramente para pensar em ter filhos” ou “terei apenas um filho porque quero dar o melhor para ele, com mais não teria condições” e assim por diante.

Já no começo do post quero deixar claro que é um assunto polêmico, pois uns acreditam que apenas o AMOR cobre todas as deficiências financeiras, outros acreditam que para a criança estar bem, ela precisa estudar na melhor escola da cidade e os pais precisam guardar dinheiro para que possa fazer intercâmbio aos 15 anos. Para nós, família Viver Bem Bom acreditamos que precisamos do meio termo e que a realidade de cada família também determina os seus valores, ou seja, há famílias que viajar para a Disney é a maior conquista, para outros o fato de conhecer a praia é a maior realização da vida. Agora, esquecendo todas estas variáveis, é inevitável que o orçamento da família aumente, a expressão “onde come 1 comem 2…não é “diretamente proporcional” heheheheheheheh

Bom, mas vamos ao que interessa:

1 – Por mais que seja inevitável, quando souber que está grávida, não saia correndo, igual uma “louca”, comprando tudo que vê pela frente… afinal ganha-se muito presente: as pessoas presenteiam no momento da notícia, no chá de bebê, na maternidade, na visita em casa… compre apenas o que estiver faltando mesmo!!! E se tiver ganho muita roupa P e M, troque por G, 1 ano….pois eles perdem muito rápido e depois a compra de roupa fica só para a família!!!hehehehehe

2 – Ah, muito provável que o quarto do bebê seja vc. quem compre e decore. Dica: não precisa ser o super top, pois muitas vezes o bebê nem dormirá no quarto por um bom período…o quarto dos meus filhos só serviram para tirar fotos e guardar de recordação no albúm.. nunca aproveitaram do jeito que merecia!

3 – Se vc. trabalha, quem ficará com seu filho: escola, babá ou algum parente? Se optou pelas duas iniciais, pode considerar R$1.000,00 a R$ 1.500,00 destinado a este assunto (acredito que seja o item mais caro!)

4 – Fraldas, fraldas, fraldas e mais fraldas…. Dica: chá de fraldas, por favor!!! Você economizará pelo menos de 6 a 8 meses, aproximadamente. Pensando que a criança usa fralda até 2 anos, 2 anos e meio… pode-se considerar que houve uma bela economia! Hoje, o Benício com 1 ano, gasto em média, R$ 100,00 a R$ 150,00 fraldas por mês (pampers verde).

5 – Leite em pó – com o Benício tive muita economia neste item, afinal ele mama no peito até hoje… mas a Chiara usou desde os 5 meses os leites próprios que custam entre R$ 20,00 a R$ 30,00 a lata (os mais simples, pois há os que custam mais de R$ 50,00 uma lata)…se a lata dura em média 3/4 dias…. vc. gastará umas 7 latas por mês….resultado: R$ 200,00 a mais no orçamento….Depois de 1 ano a Chiara começou a tomar Ninho normal, o que reduziu pela metade este gasto.

6 – Remédios….affff! Preparem-se, afinal tenho certeza que se vc. não tem filho, nem caixa de remédios vc. deve ter em casa….hehehehe, mas quando nasce tudo muda: remédios e mais remédios….. de todos os tipos, de todos os preços, os que não podem faltar nunca!!!

7 – No meu caso, o pediatra das crianças saiu do plano médico e a mamãe “fresca” quis pagar particular porque ele já estava acostumado com a família (agora mudei de cidade, e os dois nem estão indo em consultas, porque não achei nenhum pediatra….absurdo, né? Ou 8 ou 80!!!) Isto é para provar que nós também somos muito exigentes e queremos dar o que achamos melhor, mas quando somos retirados da nossa realidade, a regra muda e não é por isto que eles não estão saudáveis.

8 –  Brinquedos e acessórios diversos: todos vocês sabem que sou consumista, que um dia vou mudar, mas hoje  sou mais criança que eles… fico louca para completar uma coleção! E os marketeiros de hoje sabem disso, afinal todos os brinquedos são feitos por parte… ehehehehehe vc. ganha um e depois compra os outros 100!!!! Agora, sem exageros: por mais que vc. é controlado, sempre acaba comprando algum acessório, pois o filho pediu ou achou-se necessário….mesmo que mínimo, há um gasto com este item!

9 – Alimentação: neste quesito, há diversas variáveis – se a sua família come muito em casa, é lógico que o gasto é menor, porém conforme a criança vai crescendo, vc. vai gastando com aqueles alimentos de criança: danoninho, bisnaguinha, sucrilhos, farinha láctea, bolacha, suco Kapo…. se vai para escola: o seu orçamento aumenta porque precisa comprar lanche para levar (a não ser que estude em escolas que já fornecem o lanche, mas vc. estará pagando por isto tb.). Agora, quando saímos para comer fora..a falência chega!!! Só para vcs. terem noção: um Mc Donalds gastamos em média R$ 75,00 (eu, Juninho, Marina, Chiara), isto que o Benício ainda não come lá..depois poderemos acrescentar mais R$14,00..total R$ 90,00…. imagina um restaurante para valer???

10 – Passeios, parques, viagens, cinemas: não adianta, por mais que a sua família seja a favor das praças públicas, da praia, praticar esporte ao ar livre…vai chegar um mmento que vc, vai se deparar com um Hopi Hari, Parque da Xuxa,  pipoca de cinema, balão de gás hélio das Princesas ou do Carros….uma saída completa não  sai por menos de R$ 250,00.

entre outros detalhes que aparecem no meio do caminho: um curso específico, material escolar, uniforme, um passeio da escola, presente dia dos pais, dias das mães,natal, dia das crianças, páscoa, poupança, investimento para a faculdade… a lista não acaba!!!!

 

CALMA!!!! Desanimou? Nem pensar!

Ter filhos é a melhor coisa do mundo e todos sabem que por mim teria uns 5, 6,7… O que precisamos pensar é que não adianta também ter tudo e não ter o mais importante que é o AMOR!!! Temos que verificar se estamos ao lado deles, vendo todas as suas mudanças, o crescimento…pois não adianta nada trabalhar igual uma maluca para dar a parte financeira e não ficar com os nossos filhos!!!

Tudo é adaptável e para tudo dá-se um jeito… precisamos analisar se estamos comprando para eles ou para nós! Um barquinho feito de papel talvez tenha muito mais significado do que a coleção inteira da Barbie!!! Fazer um piquenique em casa, talvez seja muito mais legal do que ir para um restaurante TOP! Ter um berço desmontável ao lado da cama dos pais talvez seja muito mais aconchegante, do que ter um quarto super decorado e maravilhoso…não precisamos comprar roupas chiquérrimas, sendo que eles perderão rapidamente, hoje está muito na moda os “desapegos” na internet que são roupas semi novas e muitas vezes de marca, a um preço super acessível!

O que quero dizer é que podemos adaptar tudo, se deixamos de lado o que os outros pensam, querem ou o que a moda diz, estamos mais ABERTOS à mudanças, afinal gastamos poque a sociedade diz o que é certo ou o errado, sendo que, na verdade, não existe um modelo ideal… há o modelo da sua família, o que é melhor para vocês!!!

Lógico que precisamos ter um preparo financeiro sim, mas tudo se acomoda com o passar do tempo!!! Felicidade é AMOR!!! Pensem nisto, na hora de decidir… e vamos sempre usando a imaginação para equilibar o orçamento. quem nunca fez isto, né?????hehehehehehehe

Bjs a todas!

 

O que fazer quando os filhos passam mal durante uma viagem?

Oi gente!

Antes de contar para vcs sobre a nossa viagem para o litoral de Santa Catarina, queria ajudá-los a não passar o que passei tanto na ida como na volta: a Chiara vomitando  igual uma louca por ficar enjoada.
Bom, depois de quase precisar jogar o carro fora hehehehehe de tanto fedor…aprendemos algumas estratégias:

1- Forrar a cadeirinha da criança com um lençol ou manta – algo grande e mais grossinho, pois quando a criança vomita é só retirar esta proteção que está tudo limpo! Isto já me salvou algumas vezes….

2- Sempre ter no carro ou na bolsa trocas de roupas, no meu caso, sempre carrego umas 3 trocas quando vamos viajar!!! A Chiara  realmente vomita a cada curva….

3 – Água e lenços umedecidos são tudo na minha vida! hehehehehe… Assim conseguimos limpar a criança e tentar diminuir o odor.

4- Agora a Chiara avisa quando vai vomitar, então carregamos uns 10 saquinhos dentro carro,  já abertos e perto dela (lembrando que sempre colocamos dois saquinhos de uma vez, pois sempre têm um furinho…) Ela avisa e eu já corro colocando a cabeça dela dentro do saco. É uma maravilha….não vaza nada!!!

5- Com relação a alimentação, tento não dar leite antes e durante a viagem, segundo o médico, o leite fermenta e tem difícil digestão. Além de evitar muita comida, tento oferecer somente bolacha maizena ou água e sal, biscoito de polvilho (é mais fácil parar no estômago)…nem sempre consigo!

6- A Chiara assiste muito DVD no carro quando viajamos, mas quando entramos na serra, principalmente, peço para desligar e fechar os olhos, acredito que o enjôo seja menor.

7- Se estamos bem, eu e o Juninho sempre optamos a viagem começando na madrugada, lá pelas 3h / 4h da manhã…assim as crianças ainda estão dormindo e não sentem a viagem…as chances de passarem mal é menor, mas a Chiara já vomitou dormindo, portanto não é uma regra.

8- Por último, temos as opções de remédios, que recomendo vocês consultarem o pediatra, pois não é qualquer remédio que pode tomar em qualquer idade. Na nossa última viagem, utilizei o Dramin gotas, todos falaram que a Chiara iria dormir igual uma pedra, vc. acreditam que ela não piscou o olho???? Mas pelo menos não vomitou  que é o mais importante.

image

image

Gente, apesar do post de hoje ser um pouco nojento, espero que ajude a todos, afinal não escapamos  dessa fase da criança, né??? Uns mais outros menos… Mas também depois que viramos  pais  perdemos as frescuras, então está  tudo OK! HEHEHEHEHE

E com vocês, quais são as estratégias utilizadas???? Contem tudo aqui.

Um grande beijo!

Cadeiras de alimentação do bebê: qual é o melhor modelo???

Oi meninas!

Depois de muita pesquisa e avaliação consegui ter uma noção dos tipos que existem hoje no mercado….antigamente só existia aquele bom e velho cadeirão, sem muita frescura, sem super estofado….mas hoje descobri que até existe cadeirão que balança o neném para fazer ele dormir ou brincar!!!

Bom, no meio da minha pesquisa na internet, tive que parar e levar o Benício para experimentar os cadeirões numa loja, porque pelas fotos pareciam ser todos iguais, apesar de terem especificações diferentes. Olhem a foto da nossa aventura!!!! #mãelouca…hehehehehe

Sem falar que fora os cadeirões, existem hoje várias opções: como o booster  (que é aquela  que prende na cadeira, tem a cadeirinha que acopla na mesa (que é a que uso em casa), o Bumbo ( que é uma cadeira no chão)…..entre outras.

Vou falar de cada uma delas, mas o fator principal para a escolha da cadeira é, primeiramente, a segurança, e depois devemos avaliar a praticidade para a familia, tanto de espaço, como de limpeza e de adequação aos hábitos familiares.

Quando decidi por comprar a cadeira que acopla na mesa, optei porque não tinha espaço para ter um cadeirao dentro do apartamento que morava…ia ocupar muito espaço. Então, repito sempre: não existe o certo ou o errado, existe o que melhor atende cada família!!!

Bom, vamos lá….

Antes de começar a explicar um a um, é válido relatar que na hora da compra é importante estarem atentos ao peso que cada cadeira suporta, normalmente é entre 15kg a 22 kg.

Cadeirões: de R$ 120,00 até R$1.000,00

(fiquei assustada quando vi esta disparidade de preço, mas depois entendi…)

1 – Cadeirão da nossa época – hehehehe…este é o mais simples que existe e também o menor deles! Tem a trava na bandeja, mas não reclina, não abaixa, o cinto só prende na cintura…é da marca Burigotto, custa R$ 129,00 (aproximadamente)

2 – Cadeirão um pouco maior, mais confortável no assento e possui cinto de cinco pontos (mais seguro)! Mas ele ainda não faz nada, é travado! Também é da marca Burigotto – Siena, custa R$ 199,00 aproximadamente.

3 – Este já inclina o assento em 4 posições e a base dele é mais grossa, me passou mais segurança, pareceu ser mais resistente. Peg Pérego Merenda – R$ 259,00

4- Marca Galzerano – não gostei porque levanta a bandeja, até a vendedora falou que a sobrinha dela fica levantando a bandeja toda hora e batendo. R$ 140,00 em média

5 – Como sou tudo ou nada…se eu tivesse que escolher um cadeirão, escolheria este…ele “vestiu” o Benício…super confortável…reclina o assento em 3 etapas, adapta a altura (se vc. for dar comida sentada, ele fica na sua altura), assento removível para limpeza, cinto 5 pontos. Amei… da Peg Pérego Prima Pappa Original – R$ 449,00 (me deu vontade de comprar). Existem outras variações deste mesmo modelo um pouquinho mais caro…apenas detalhes!

6 – Agora vamos começar com cadeirões multiuso, sonhos de consumo. Este é o Siesta da Peg Pérego, o preço dele varia de R$ 599,00 a R$ 799,00. Ele seve como cadeira de descanso para bebês antes de 6 meses e depois tem a função também para refeição. Ele inclina, abaixa, cinto cinco pontos, mas o melhor dele é o estofado: é escuro e tem uma textura diferente, não é couro, mas parece quando batemos o olho. Muito lindo!!! Ah, e tem um sistema de freios.

7 – Este é o máximo!!! Ele tem tudo que relatei no cadeirão acima, mas também tem um balanço….tanto para a criança brincar, como para fazer ela dormir, porque o assento deita igual um bercinho. Peg Pérego Cadeirão Tata Mia – de R$ 799,00 a R$ 999,00

O Benício adorou….

Só que a função balanço é até 13 kg apenas, segundo a vendedora.

8 – Cadeira Baby Sistem Fisher Price -R$ 899,00 este é o sonho de consumo mesmo!!! Vejam um cadeirão que tem 4 funções…não preciso falar mais nada, né? A figura diz tudo!!! heheheh

Cadeiras que acoplam na mesa:

Esta foi a cadeira que escolhi para os meus dois filhos se alimentarem…gosto muito porque é barata (neste modelo: custa R$ 70,00, mas exitem de até R$ 250,00 que travam na mesa – mais seguras) e porque posso levar para qualquer lugar!

Mas como tudo na vida tem prós e contras….não podemos usá-la em quais situações: ela não serve em mesas de vidro, nem em mesas redondas com base fina (porque tomba), precisamos tomar cuidado para não deixar nada embaixo do bebê, por exemplo, a cadeira…pois ele empurra a cadeirinha para fora e o cinto é só na barriga.

Apesar de todo este porém, eu recomendo, porque realmente é segura (tomando todos os cuidados) e a criança participa conosco nas refeições. Suporta até 16 kgs ou até 3 anos. Gosto muito!

Cabe em qualquer lugar no carro!

Boosters: de R$ 100,00  a R$ 300,00

Os Boosters são as cadeiras que prendem nas cadeiras. Não consegui testar presa em uma cadeira, mas o Benício ficou bem confortável neste modelo da foto que tem um estofado fino atrás, mas os outros modelos são direto no “plástico”, mais duros.

Não tenho experiência para falar sobre este tipo de cadeira, mas fico insegura do bebê se mexer muito e tombar a cadeira. Não sei…não estou convencida 100%.

Este modelo custa R$ 199,00,

Vejam como fica a cadeira da Fisher Price fechada, parece uma maleta, bem prática!

Bumbo:

Aproximadamente R$ 270,00 já com a bandeja

Explicação retirada do site Bebê Store http://www.bebestore.com.br/produto/3391/BUMBO-BABY-SITTER-AZUL

“O Bumbo Baby Sitter é um novo conceito de assento para bebês, já que é o primeiro que deixa realmente os pequenos sentados sozinhos. Desenvolvido com espuma de baixa densidade, o seu design é projetado para assegurar a postura correta da criança. Além disso, da ao seu bebê uma nova perspectiva visual, é fácil de limpar, transportar e pode ser utilizado em qualquer lugar. A marca Bumbo nasceu da necessidade que o pai teve para manter o seu bebê sentado e seguro nos primeiros meses de vida enquanto fazia outras atividades. Por isso os bumbos são fabricados com design simples e prático, para que facilitem a interação entre os pais e os filhos.”

 

Totseat:

Aproximadamente de R$ 70,00 a R$ 150,00.

O distribuidor exclusivo no Brasil é uma empresa chamada Anjo de Pano e o site é: http://www.anjodepano.com.br/pd-20388-totseat-girafa.html

A explicação deles sobre este produto segue abaixo:

 

“Totseat*, é uma estrutura de tecido que se adapta a qualquer cadeira, ótima para que os pais possam se sentir mais à vontade e a criança se sente a mesa com todos.Perfeito para mamães que gosta de praticidade sem abrir mão da segurança.Restaurantes, festas, e diversos outros lugares têm a necessidade de ter cadeiras especiais para bebês e crianças, para que os pais não tenham que ficar segurando-as no colo. Na maioria das vezes os cadeirões de restaurantes são aberto na frente e não mantém o bebê em segurança. E quando falta cadeira ou o lugar que você vai não tem cadeiras especiais e seguras? Simples tenha um Totseat. Serve em cadeiras com encostos altos e baixos, com braços, cadeiras de todas as formas e tamanhos, podendo levar para a casa da vovó, da titia, nas praças de alimentação e em restaurantes, fazendo da refeição do bebê um momento sempre especial e único para todos. Não ocupa espaço na bolsa do bebê.Totalmente lavável à máquina.Indicado para bebês de 6 a 30 meses. *Produto Importado Somos distribuidor exclusivo no Brasil.
O Totseat deve ser usado com responsabilidade e em uma cadeira apropriada estável, em terreno plano. Uma criança em um Totseat NUNCA deve ser deixado sozinho.”
Veja o vídeo em: http://www.youtube.com/watch?v=z9Vq5l97WQI           

Curiosidade:

O Cadeirão Vicenza Infanti, custa em média R$ 399,00 e achei muito criativo, porque a criança vai utilizar eté ficar grande! Não sei se o material é resistente, pois não vi pessoalmente, mas tem cinto cinco pontos, reclina, é tecido almofadado na cadeira, gostei muito!!!

E aí, ajudei ou confundi mais a cabeça de vocês???!!! hehehehe

Bom, para ajudá-las mais um pouquinho, este site http://testadopelamamae.com/conforto/cadeira-para-alimentacao/ fez alguns testes com cadeiras de alimentação.

A melhor cadeira quem vai decidir é a família, pois o que pode ser melhor para mim, não serve para o dia-a-dia de outras pessoas. O que conheci, pude fazer minhas considerações.

Um grande beijo para vocês!

Ah, e por favor, coloquem nos comentários o que vocês decidiram e mais considerações sobre os modelos!!! Combinado???

 

Alimentos nutritivos e rápidos para gestantes

Pessoal, encontrei uma sugestão de alimentos nutritivos e práticos para gestantes, #ficadica

1. Salada de fruta e porções individuais de fruta prontas para o consumo, vendidas em supermercados. Prefira saladas de frutas sem açúcar.

2. Leite de soja ou suco com soja em caixinha. Carregue uma embalagem do seu sabor preferido na bolsa. Dependendo do tipo, uma embalagem já supre até um terço das suas necessidades diárias de vitamina D e cálcio durante a gravidez. Confira os dados nutricionais na embalagem para ter certeza de que o produto contém cálcio. Leites com chocolate de caixinha também valem, mas não abuse, porque eles podem ter açúcar demais.

3. Uva passa. Um punhado de 30 gramas fornece 2 gramas de fibra, 4 por cento da quantidade diária recomendada de ferro e até 1 grama de proteína.

4. Iogurte natural. Esse alimento clássico e conveniente pode fornecer até 25 por cento da sua necessidade diária de cálcio, além de proteína, fibra e várias outras vitaminas e sais minerais. Vale tomar com colher ou de beber. Você também pode bater com frutas, para variar o gosto.

5. Misturinha de cereal, amêndoas e frutas secas. Misture algum tipo de cereal com amêndoas ou castanhas de caju e passas ou a fruta seca de que mais gostar, e mantenha um saquinho no carro, por exemplo, ou na bolsa, para um lanchinho crocante e nutritivo que pode ser feito em qualquer lugar.

6. Bufê de saladas. Aproveite ao máximo essa opção nos restaurantes, em especial nos “quilos”, e sirva-se de verduras, legumes e até frutas. Boas opções são espinafre, cenoura, tomate, erva-doce, pepino, abobrinha. O grão-de-bico é uma ótima fonte de proteína.

7. Palitinhos de cenoura. A cenoura contém bastante vitamina A e fibras. Você pode preparar seus palitinhos de cenoura em casa e carregá-los durante o dia, ou então comprar saquinhos de cenouras baby no supermercado. Outra opção é refogá-las no jantar com outras verduras, como brócolis, couve-flor e espinafre (que podem ser encontrados em alguns supermercados já lavados e congelados, para economizar seu tempo).

8. Queijo. Tenha sempre na geladeira mussarela em nozinhos ou palitinhos, bolinhas de mussarela de búfala ou potinhos de queijo cottage, o que preferir. Se achar versões light, com menos gordura, melhor. O queijo é rico em cálcio e possui alguma proteína. E, desde que você não vá passar o dia inteiro fora num clima muito quente, dá para carregar um pouco na bolsa para o lanchinho da manhã, por exemplo. Só tome cuidado com queijos tipo frescal e queijo coalho, que podem ser feitos com leite não-pasteurizado. Queijos com fungos, como gorgonzola, brie e roquefort, também não são aconselháveis.

9. Sucos naturais. Em qualquer esquina você consegue encontrar um suco de laranja fresquinho, feito na hora. Varie os sabores pedindo para acrescentar acerola, mamão ou cenoura, ou o que você gostar mais. Sucos feitos com a própria fruta são mais nutritivos que os feitos com polpa congelada, portanto não deixe de perguntar como eles são feitos e prefira os frescos.

10. Cereal matinal. Prefira os que não são doces. Às vezes eles são vendidos em embalagens individuais. Senão, compre um pacote grande, abra, ponha uma porção num potinho bem fechado e leve para o trabalho. Vai ser ótimo encontrar alguma coisa para comer na hora da fila do banco ou na sala de espera do médico. Quase todos os cereais matinais são enriquecidos com ferro e vitaminas.