Dicas para incentivar a leitura nas crianças

Oi meus amigos!

O post de hoje é muito especial, pois no dia 18 de abril, comemora-se o DIA NACIONAL DO LIVRO INFANTIL! E pensando nisto, porque não falarmos sobre dicas para incentivarmos a leitura?

Como a maioria de vocês sabem, meu marido e eu trabalhamos no setor educacional desde muito novos. Portanto, para nós, a LEITURA é um dos pilares de aquisição de novos conhecimentos, de formação de opinião, de distração, ou seja, é EDUCAÇÃO.

Sem falar que acreditamos 1000% que EDUCAÇÃO é a chave de sucesso  para a transformação do mundo, para a formação de cidadãos críticos, éticos e responsáveis!

Ok Camila, tudo muito lindo, mas como incentivar a leitura aqui em casa?

E agora vou responder:

Como vocês, com certeza, já vivenciaram…. EDUCAR não é fácil, CRIAR um hábito, também não é fácil…. mas com persistência e dedicação chegaremos lá.

E para exemplificar, achei um artigo muito interessante do site da Pais&Filhos, clique aqui para ver o artigo , mas vou colocar as dicas (na íntegra) que eles sugerem para incentivar a leitura, aproveitando para falar da nossa experiência em família.

“9 passos para ajudar seu filho a gostar de ler”

“RESPEITAR OS GOSTOS DA CRIANÇA E FREQUENTAR LOCAIS COMO CINEMA, EXPOSIÇÕES E OUVIR MÚSICA PODE SER UMA FORMA DE COMEÇAR” (REDAÇÃO PAIS&FILHOS 

DICA ZERO: “Quanto mais cedo se tem contato com a leitura, melhor. E faz parte do nosso papel de pais incentivar e ajudar nossos filhos a criarem esse hábito”. A professora do departamento de educação da Universidade Estadual de Londrina, Lucinea Rezende, mãe de André e Maurício, mostra como formar pequenos leitores:

1. Não achar que é uma tarefa fácil

“Ler é uma prática muito prazerosa, mas não é fácil. “As pessoas costumam achar que é moleza criar esse hábito. Para se formar um leitor, é preciso construir ideias, ter foco, prestar atenção. Nem sempre isso é fácil para uma criança”, explica Lucinea. Por isso, não queira que a criança tenha a mesma facilidade que você”.

Experiência Família Viver Bem Bom:

Vivenciamos isto na prática, principalmente, se a criança começa a ser estimulada desde cedo… temos 3 casos na família. A Marina (18 anos) tentei incentiva-la depois de grande (adolescente) e definitivamente, o modo dela adquirir novos conhecimentos é  digital (Youtube, audiobook, grupos), mas o livro não vai (tudo certo, foi como ela se encontrou!).

Como eu gosto muito de ler (e ainda sou das antigas) gosto do papel… as crianças incentivei desde bebês com livros interativos e diferentes, até já escrevi sobre isto aqui no blog, clique aqui para acessar.

Primeiro livro “grande” que a Chiara leu – orgulho de mamãe kkkk

Além disto, deixamos todos os livros à disposição: na altura deles, em diferentes espaços (inclusive nos quartos tb):

Estante baixa na sala

Porta livros de parede (altura das crianças)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2. Frequentar ambientes de leitura

“Não adianta dar um livro para uma criança e nunca levá-la a uma biblioteca, livraria ou sebo. Para se tornar um leitor, não adianta apenas pegar um livro e ler. É preciso ter identificação com o hábito. Em outras palavras, é preciso que a leitura faça sentido para a criança. Ao levar a criança para conhecer esses locais, fale sobre os benefícios da leitura e que ela vai aprender coisas novas.”

Experiência Família Viver Bem Bom:

Se estamos no shopping passamos na livraria, já virou um hábito.

Se deixar, as crianças ficam horas lá dentro: descobrindo novos livros, novos temas… inclusive agora que a Chiara sabe ler, está ainda mais empolgante, pois ela se interessa por aqueles livros de COLEÇÃO, como Harry Potter, STAR WARS (capa dura, colorido…), mas ainda são muito difíceis para leitura dela. Vamos chegar lá um dia…. kkkk

Chiara bem novinha na Livraria

 

3. Ler o mesmo livro que o seu filho

“Dessa forma a família pode criar um clube do livro em casa: trocando e conversando sobre o que leram. “Isso torna o hábito da leitura mais divertido e possibilita que os pais se aproximem dos filhos”, conta Lucinea. Além disso, é uma forma de saber quais são as opiniões e preferências que as crianças têm.”

Experiência Família Viver Bem Bom:

 

Achei esta dica muito legal, pois hoje lemos muito para o Benício que ainda não sabe ler, mas por exemplo, não leio o mesmo livro que a Chiara (acredito que seja um grande incentivador, principalmente para as crianças que estão começando a ler livros maiores).

Papai lendo para o Benício

Vejam que tb temos um local bem aconchegante para ler (está bem perto do porta livros de parede)

 

 

 

 

 

 

 

4. Respeitar o gosto do seu filho

“O seu gosto e o do seu filho não precisam combinar. E o fato de ele não querer ler suas sugestões não quer dizer que ele não gosta de ler. “Todas as pessoas podem ser bons leitores, só é necessário que essa construção seja feita no ritmo certo, respeitando as preferências e os limites”, alerta.
Se você gostaria que ele se interessasse por determinado livro ou gênero, pode pedir que fale um pouco sobre a história que ele está lendo e aproveitar para contar um pouco sobre a sua. Dessa forma um cria interesse pela história do outro.”

Experiência Família Viver Bem Bom:

Nesta dica, dei muita risada kkkkk, pois é isto mesmo. Quem conhece a Chiara sabe que meus gostos não têm nada a ver com os dela.

Definitivamente tem seu próprio estilo e não é influenciável por nada kkkk. Na primeira vez, que a fiz proposta de comprar um livro maior, pois afinal ela já sabia ler e eu ia ensiná-la como ler uma página por dia (como era gostosa esta sensação…) Obviamente que procurei livros fofos de finais felizes e românticos e ela…. vejam o resultado abaixo:

Livros escolhidos pela Chiara – nada a ver com Princesas kkkk

 

5. Apresentar outros tipos de linguagem

“A gente costuma achar que a leitura está apenas nos livros, mas boas histórias também estão presentes em filmes, peças de teatro, exposições e até mesmo nas músicas. Só que com outra linguagem. O importante é mostrar diferentes possibilidades e assuntos”.

Experiência Família Viver Bem Bom:

Aqui em casa, chamamos a nossa “sessão de cinema” de FILME DE FAMÍLIA. Nada mais é do que a família inteira reunida assistindo filme com colchão na sala e pipoca (simples e que tem muito significado para nós).

E, para completar, o filme de família, AMAMOS FILMES DE HISTÓRIAS REAIS. É uma forma de incentivar o aprendizado de outras maneiras. Na verdade, sempre procuramos locais para visitar, com significado, nem que seja a árvore da praça…. acreditamos que a EXPERIÊNCIA NA PRÁTICA traz o aprendizado de forma mais concreta e fácil de assimilar.

Imaginem se o meu marido criativo não inventou uma história com este barco de Piratas que vimos na praia? kkkk aprendizado na prática kkkk

6. Ler para ele

“O contato com os livros pode começar antes mesmo de a criança ser alfabetizada. “Se os pais tornarem a leitura desde sempre um hábito natural, no momento em que a criança começar a ler, isso não lhe causará estranhamento, pelo contrário”.

Experiência Família Viver Bem Bom:

Já abordei acima este assunto, mas seguem alguns livros que as crianças estão amando… Inclusive é muito comum, eles ganharem livros de presente, e eu acho o máximo quando isto acontece. Também gostam de presentear…. é um estímulo tb. Outra dica interessante, mas que vou abordar em outro post, é sobre feiras de trocas de livros e os famosos SEBOS… é uma forma barata de trocar “o antigo” pelo “novo” e trabalhar o “compartilhar”….

São livros de Pop up ou mais clássicos como o “Pequeno Príncipe”
Super indico para a idade de 3 a 6 anos a “Ilha do Tesouro” e “Corpo de Bóris” e os outros dois para a idade de 7 em diante (saber ler)

Livro maravilhoso de Pop Up – dos sonhos (para coleção, além de brincar)

Vejam o castelo da Rapunzel que lindo!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

7. Explorar a leitura de outras formas

“Se você perceber que seu filho está gostando de determinado livro, vocês podem planejar, por exemplo, fazer uma peça de teatro em casa contando a história, ou planejar um passeio que tenha um cenário parecido com o enredo que ele está lendo. Ou, até mesmo, pedir a ele que escreva seu próprio livro. As possibilidades são infinitas”.

Experiência Família Viver Bem Bom:

Devemos fazer mais isto, tenho que admitir que poderíamos desfrutar muito mais desta dica. Porém, já transformamos alguns livros em bonecos reais, já montamos robôs recicláveis por causa de um livro, já visitamos o museu do Portinari porque as crianças estavam estudando sobre o artista na escola. Experiência fantástica. Eles jamais esquecem.

Vejam abaixo a transformação da personagem principal do livro em ROBOCLÁVEL de verdade kkkkk:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

8. Não tratar a leitura como punição

“Isso pode fazer com que seu filho associe a leitura a algo ruim. Portanto, se ele tiver feito algo ruim, não mande ele ir para o quarto ler um livro. Também não cobre dele o término de uma história.”

Experiência Família Viver Bem Bom:

Vou falar que esta dica é a mais difícil para mim que sou perfeccionista! Mas isto é uma melhoria que preciso fazer em mim e não na minha família.

Até eu entender isto, eu queria que a Chiara cumprisse a leitura de, pelo menos, uma página por dia. Percebi que não estava dando certo. Então, foi quando uma “luz”, literalmente, surgiu e fui por outro caminho.

Comprei uma lanterna de livro e expliquei para ela que ler o livro na hora de dormir é muito bom, pois tranquiliza e o “sono chega”, já que durante a semana temos horário para deitar e dormir.

lanterna de livro: encontra em livraria

Espero que tenham aproveitado muito estas dicas!

Por favor, se também tiverem dicas de como incentivar a leitura nas crianças, compartilhem conosco!!!! Sempre é muito bom aprender estratégias novas…

Grande bj a todos e FELIZ DIA DO LIVRO INFANTIL!

Como ajudar Entidades Sociais com a Nota Fiscal Paulista

Oi gente!

Tudo bem?

Descobri há muito pouco tempo que podemos ser muito mais eficazes do que apenas deixar as notas / cupons fiscais naqueles “potes” que têm nos caixas de supermercados, papelarias, lojas de departamento, entre outros locais.

Tudo começou quando quis envolver as crianças em trabalho voluntariado para que, desde pequenas, pudessem crescer com o hábito de desenvolver a solidariedade e entenderem que somos muito abençoados pelo que temos tanto no lado financeiro como no ambiente familiar. E que precisamos ter muita GRATIDÃO pelo que conquistamos.

Em poucas palavras, jeito Camila de ser kkkkk: fazer com que elas fizessem mais e reclamassem / pedissem menos.

Bom, e por onde começar para que tudo faça sentido?

Foi quando pensei nas Notas Fiscais Paulistas. Afinal eu também tinha uma curiosidade de entender como e quanto este “pilar” ajudava as instituições sociais.

Foi neste momento que descobri o site NotaBê – https://notabe.com/

O NotaBê ajuda as entidades sociais arrecadarem mais (notas) cupons fiscais sem CPF.  É um meio incrível de ajudar quem ajuda sem colocar a mão no bolso!

Como surgiu?

A ideia partiu do fundador da entidade AMARJA, de Franca/SP, um jeito fácil para que todas entidades pudessem aumentar a arrecadação. Algumas entidades já dispunham de algum tipo de formulário em seus sites, porém o NotaBê está no celular, tablet, redes sociais. E de graça para qualquer entidade.

Quem usa?

Eles ajudam mais de 400 entidades! Basta ir na página inicial para doar uma nota para alguma(s) delas! É possível escolher ou deixar aleatoriamente a sua doação.

E foi a partir deste momento que comecei a montar o meu “PLANO CRIANÇAS VIVER BEM BOM VOLUNTÁRIAS” kkkkk.

1º passo – Escolher a Entidade Social

Escolhemos a Obreiros do Bem -site: http://obreirosdobemrp.org.br/

A definição foi feita por meio de pesquisa do tipo de trabalho desenvolvido e também se haveria oportunidades de ajudarmos também fisicamente.

Segue o vídeo institucional para que conheçam melhor a Obreiros do Bem:

2º passo – Fazer os “combinados” com a Chiara e o Benício

Explicamos para os dois como era importante um trabalho voluntário e falamos do “plano” perguntando se os dois topavam. Na hora ficaram super empolgados, mas sabíamos que somente no dia a dia e no desenvolver do hábito que começaríamos a colher os frutos.

Neste 2º passo também ensinei para a Chiara como digitar as notas no site do NotaBê. 

E foi assim que começamos o trabalho: toda nota fiscal / cupom fiscal que recebíamos eram digitados por mim e pela Chiara.

Nota fiscal Paulista

3º passo – A família Viver Bem Bom foi conhecer a estrutura da Obreiros do Bem

Pelo site da Obreiros do Bem, descobrimos que eles realizam, todos os sábados,  um serviço a comunidade.

Neste 1º dia, chegamos bem na hora que estava acabando todo o processo para que pudéssemos conhecer a estrutura (ligamos antes para combinar).

Fomos recebidos por um dos diretores da instituição, pessoa maravilhosa, que tem como o voluntariado seu propósito de vida. E ele com uma linguagem voltada para as crianças, demonstrou e explicou cada espaço.

Ao final, fiz a grande pergunta: E a Nota fiscal Paulista, quanto representa financeiramente na manutenção da instituição? E aí foi a nossa grande surpresa: é a principal renda da Obreiros do Bem, mesmo que a % por nota fiscal repassada à instituição seja um valor bem pequeno.

4º passo – Informações de como nós, sociedade em geral, podemos ajudar mais, neste processo:

SIMPLES: Não deixar mais notas fiscais nos “potes” que ficam nos caixas e sim, levar para casa e registrar no  NotaBê (TER O COMPROMISSO DE REGISTRAR). 

Este processo economiza muito tempo dos voluntariados das instituições. Vejam a logística:

  • Alguém tem que ir de loja em loja recolhendo as notas fiscais (toda a semana)
  • Separar todas as notas por dia e por loja para facilitar a digitação
  • Ter pessoas disponíveis para fazer o processo de digitar milhares de notas no site do NotaBê

5º passo – Aprenda a digitar, clique aqui e veja a imagem abaixo:

NotaBe1

6º passo – Começamos a ajudar fisicamente:

A partir daí, conseguimos fazer todos os links necessários com as crianças, mas precisávamos mostrar ao vivo e a cores como todo o trabalho acontecia para que o cadastro da Nota Fiscal Paulista fizesse sentido e que não fosse uma “obrigação” e sim uma vontade própria de ajudar, porque sabem que estão fazendo a diferença para muitas pessoas.

Começamos a frequentar todos os sábados. Para a nossa alegria, as crianças acordam felizes, colocam sua camiseta do Obreiros do Bem e às 8h30 estamos lá, prontos, para mais um dia de doação ao próximo e a nós mesmos.

Hoje, eles ajudam em tudo: no café da manhã, na lavagem e secagem das canecas e formas utilizadas, na distribuição de alimentos e no que for preciso. Obviamente que são crianças, há dias que estão mais dispostos e dias que estão menos, mas eles entendem a importância do ajudar.

Aos poucos, fomos explicando situações complicadas, como: onde um morador de rua toma banho, explicamos sobre a bebida em exagero (pois eles sentiam o cheiro), porque tal pessoa está com muita dor de cabeça, sobre a situação da fome, porque uma menina tão jovem já está grávida e assim por diante. Eu sei que cada dia é um aprendizado diferente para todos nós. E o mais legal é que a comunidade já acostumou com as crianças e todos ficam felizes em receber algo que venha da mão deles.

WhatsApp Image 2017-04-02 at 22.46.52

Nem preciso falar, que a FELICIDADE que sinto é indescritível. Porque, na verdade, estamos AJUDANDO a NÓS MESMOS: a reclamar menos, a agradecer mais, a ser gratos por tudo, reconhecer a simplicidade da vida, como podemos aproveitar mais nossos momentos de felicidade. e o melhor – estar lá em FAMÍLIA (todos unidos por um bem maior).

Para variar, escrevi demais kkkkk, mas espero que tenham gostado e que possam multiplicar esta informação tão importante que poderá ajudar milhares de instituições no estado de SP, por enquanto. bjs a todos e fiquem abaixo com informações de como participar na Obreiros do Bem.

Como faço para participar?

Caso você teve interesse em participar, não fique envergonhado, apareça por lá que será muito bem recebido. Sempre precisamos de novos voluntários com vontade de distribuir amor e fazer o bem.

Segue abaixo um descritivo do trabalho desenvolvido aos sábados:

“Todos os sábados das 08:30hs até as 11:00hs a Associação está aberta a todos os moradores da comunidade e interessados, para realização de atividades diversas.
As crianças são separadas por faixa etária, em 3 salas, onde recebem orientações de cidadania, fazem trabalhos manuais, cantam, brincam, fazem recortes e pinturas, recebem noções de higiene.
Os adolescentes participam de atividades esportivas na quadra e no campo de areia.
Os adultos recebem noção de cidadania, são orientados sobre seus direitos. São realizadas duas palestras de caráter religioso, porém ecumênicas, abordando temas como a necessidade da fé, da determinação, da bondade, do amor, de se fazer o bem, das responsabilidades da família (do pai, da mãe), da coexistência pacífica entre pessoas da comunidade. É feito abordagem sobre drogas, formas de prevenção, entre outros.
A cada mês uma médica voluntária faz exame pré-natal nas gestantes dando as devidas orientações (há também o curso de gestantes para orientações gerais).
No início das atividades é servido um café da manhã e, ao final, há também distribuição de cestas básicas conforme alimentos disponíveis no estoque da Associação.
Todas as atividades são desenvolvidas por voluntários”. (texto retirado do site Obreiros do Bem)

 

 

 

Kibon inova linha e apresenta mais de 20 novidades! Confiram como foi o evento de lançamento da #novakibon

O evento de lançamento dos novos sabores de sorvete da Kibon foi um arraso! Além de muitas novidades, todos os convidados foram muito bem recebidos (decoração linda, buffet delicioso, super atenciosos…) mas o melhor mesmo foi reencontrar “azamigas” que eu estava morrendo de saudades!

Tirei a foto clássica..hehehehe! #novakibon

Tirei a foto clássica..hehehehe! #novakibon

O evento estava lindo!

O evento estava lindo!

Vocês sabiam que:

A Kibon atua no mercado de sorvetes há 71 anos, sendo a primeira indústria brasileira do segmento. Os primeiros sorvetes da marca foram o Eskibon e o Chicabon, em 1941. Atualmente, possui unidades fabris no interior de São Paulo (Valinhos) e Recife. A preferência dos consumidores pelos produtos Kibon reflete a liderança significativa da marca, que é a mais lembrada pelos consumidores no prêmio Top of Mind há 20 anos.

 

Antes de mostrar todos os lançamentos, o vice-presidente da Unilever, João Campos e a diretora de marketing de área, Cecília Dias, apresentaram alguns dados que nunca imaginei que era possível aqui no Brasil:

– Nós somos um país que ainda consome muito pouco sorvete. A média é de um pote de sorvete a cada 3 meses e meio em uma família.

lançamentos nova kibon viver bem bom

O brasileiro está cada vez mais seletivo!

lançamentos nova kibon viver bem bom

Fizeram pesquisas para descobrir o por quê do baixo consumo.

Vejam o resultado!

Vejam o resultado! Achei super diferente, pois tomamos mais sorvete em casa do que fora…

 

E para apresentar os  lançamentos, tivemos a atriz  Giovanna Antonelli linda e maravilhosa, experimentando todos os sabores junto conosco.

Foto do site: http://culinaria.terra.com.br

Foto do site: http://culinaria.terra.com.br

A nova linha da Kibon entra a partir deste mês. São quatro linhas de produtos: 3Seleções, Sorveteria, Cremosíssimo e Blast com tamanhos e sabores desenvolvidos especialmente para cada momento da vida.

Amei as novidades da Kibon!!!

Amei as novidades da Kibon!!!

As novas linhas de produtos trazem combinações minuciosamente desenvolvidas para cada ocasião. Para quem busca sobremesas mais sofisticadas, uma das opções é a linha 3Seleções, nos sabores Frutas Vermelhas (amora, baunilha e framboesa) e Frutas Tropicais (Abacaxi, Coco e Manga), produzidas com frutas de verdade, além de Chocolates (Ao Leite, Branco, Meio Amargo) e Nuts (Amêndoas, Chocolate e Avelã), feitos com ingredientes importados, reunidos em um mesmo pote de 1,5 litro.

Nem preciso falar que experimentei todos os sabores, né??

Nem preciso falar que experimentei todos os sabores, né??

Para quem quer uma experiência com muita indulgência e sabor, o novo sorvete Blast traz pedaços caprichados dos doces prediletos misturados com o cremoso sorvete Kibon nos sabores: Tablito, Diamante Negro, Bolo de Chocolate e Sonho de Valsa, e chega às prateleiras de todo o Brasil na versão pote de 1 litro.

Experimentei todos! Bolo de chocolate é o campeão!

Bolo de chocolate é o campeão!

Já a linha Sorveteria traz os tradicionais Chicabon, Passas ao Rum, Doce de Leite e Laka em uma receita única e saborosa na versão pote de 1,5 litro. E para finalizar, mantemos em linha nossos produtos já consagrados. A linha Cremosíssimo é a opção perfeita para quem não abre mão de seus sabores favoritos: Napolitano, Flocos, Creme, Carioca e Napolitano Especial, sozinhos, ou combinados com frutas, bolo ou sua sobremesa preferida. Toda a linha está disponível em potes de 2 litros e as regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste terão os sabores Baunilha e Morango e Baunilha e Chocolate na versão 1 litro.

Quem me conhece sabe que o Doce de Leite é o meu preferido!

Quem me conhece sabe que o Doce de Leite é o meu preferido!

 

E para complementar as novidades, a Kibon também reformulou as linhas Yogo e Light. Yogo está com ainda mais calda na composição e cremosidade nos sabores Natural e Frutas Vermelhas, disponíveis em potes de 426 ml. A linha Light está renovada com os novos sabores Baunilha e Chocolate / Baunilha e Morango em novas embalagens de 1 litro.

Experimentei o light e tem gosto GOSTOSO de sorvete! Aprovado!!!

Experimentei o light e tem gosto GOSTOSO de sorvete! Aprovado!!!

Ao final do evento, apesar da imprensa estar em “peso” e não dar um descanso, consegui tirar uma foto com a Gio Antonelli.

Eu e a Cléo: as DIVAS!

Eu e a Cléo: as DIVAS!

Vejam o que levamos para casa, que mimo:

Uma linda caixa térmica com gelo seco para manter os sorvetes congelados!

Uma linda caixa térmica com gelo seco para manter os sorvetes congelados!

Além dos sorvetes, havia uma tigela de acrílico e aquele sorvetinho que vocês estão vendo é um pen drive!!! O máximo!

Além dos sorvetes, havia uma tigela de acrílico e aquele sorvetinho que vocês estão vendo é um pen drive!!! O máximo!

 

Eu amei todos os lançamentos, depois passem aqui para contar o preferido de vocês… porque eu…

JÁ EXPERIMENTEI TODOS OS SABORES...KKKK e está difícil escolher!

JÁ EXPERIMENTEI TODOS OS SABORES…KKKK e está difícil escolher! bjs e até a próxima!

Obrigada #novakibon!!!

 

Projeto Família Saudável: lançamento Reality Show

Oi gente!!!

Estão curiosos para saber o que a família Viver Bem Bom está aprontando??? O que será este Projeto Família Saudável???

Assistam ao vídeo abaixo e fiquem sabendo da nossa super novidade!

 

Família Saudável já?

Mc Dia Feliz – Vocês sabem como funcionam as doações?

Oi pessoal!!! Hoje tenho o prazer de escrever para vocês sobre uma ação social que está comemorando 25 anos em 2013 – o Mc Dia Feliz!

Como todos sabem, o Mc Donalds ajuda diversas Instituições de Combate ao Câncer que existem no Brasil com a verba arrecadada das vendas dos Big Macs neste dia festivo.

Porém, sempre tive curiosidade de saber como funciona esta ajuda: se realmente acontece, como a instituição utiliza o dinheiro, se há controle….e, este ano tive a honra de conhecer a Instituição Santa Isabel de Combate ao Câncer – ASI, que é a entidade contemplada na Baixada Santista, até Itanhaém.

Esta é a placa que identifica a ASI como Centro de Apoio do Mc Donalds. Fica na entrada da instituição.

Esta é a placa que identifica a ASI como Centro de Apoio do Mc Donalds. Fica na entrada da instituição.

A Santa Isabel fica dentro do hospital Santa Casa e foi toda construída e equipada com o dinheiro do Mc Dia Feliz! Fantástico, né?

Foram 4 anos de participação no Mc Dia Feliz para chegar na estrutura de hoje.

Foram 4 anos de participação no Mc Dia Feliz para chegar na estrutura de hoje.

Espaço para as crianças que ficam esperando para serem atendidas.

Espaço para as crianças que ficam esperando para serem atendidas.

Eles dão atendimento para as crianças e também fazem um trabalho muito bonito com as mães.

Eles dão atendimento para as crianças e também fazem um trabalho muito bonito com as mães.

As pessoas que trabalham lá são voluntariadas (por sinal, todas elas são um graça, super atenciosas, comprometidas…), são as famosas: Rosinhas!!! heheheh é que o uniforme é rosa. Por sinal, toda a instituição, é impecável: muito organizada, uma limpeza impecável, um cuidado muito especial com tudo e com todos, principalmente!!!

Conversando com a responsável, aproveitei para matar todas as minhas curiosidades de como funcionava toda a ação. Então, vamos lá?

Primeira etapa é o envio do projeto – Todos os anos, todas as instituições contempladas têm que enviar um projeto completo dizendo para que será o dinheiro, quanto custa, com todos os detalhes…

O Projeto é analisado e depois aprovado (por exemplo, este ano a Santa Isabel, foi aprovada em 2 projetos: um deles é a reforma de toda ala de internação destas crianças, por exemplo: um local melhor para a mãe dormir, pois normalmente, a criança fica internada por muito tempo para tratamento. As crianças que estão internadas já estão longe de casa, dos amigos, da família, portanto a ideia é deixar esta internação um pouco mais confortável, tanto para o acompanhante como para o paciente.

Depois disso, toda a organização do Mc Dia Feliz é feita pela Instituição com as lojas do Mc Donalds: decidem o que irão fazer, quem serão os voluntários que estarão no dia ajudando, procura por empresas parceiras…

Aqui em Santos, além de toda a ação nas lojas ocorrerá uma caminhada que sairá às 10h, no sábado, dia 31 de agosto, das Praça da Bandeiras, no Gonzaga, rumo ao Mc Donalds da Ponta da Praia. A Família Viver Bem Bom estará lá, vamos junto???

Este é o kit que está sendo vendido para a caminhada. Camiseta + boné: R$ 25,00. Qualquer pessoa pode comprar, participando ou não da caminhada. Disponível nas lojas do Mc Donalds.

Este é o kit que está sendo vendido para a caminhada. Camiseta + boné: R$ 25,00. Qualquer pessoa pode comprar, participando ou não da caminhada. Disponível nas lojas do Mc Donalds. Verba 100% da instituição ASI.

No dia do  Mc dia Feliz, todos os Big Macs que são vendidos (gente, isto vale só para o Big Mac, hein???), a verba é toda revertida para a instituição. Mas como?

$ Big Mac – são retirados apenas os custos e o resto é direcionado para a Instituição. Isto mesmo… neste dia, não paga-se imposto em cima dos Big Macs, foi liberado para que a ajuda pudesse ser maior ainda. Que informação linda, né???

Lógico que depois que o dinheiro foi direcionado para a Instituição, há todo um controle de gastos, comprovação da realização do projeto, ou seja, o Mc Donalds, fica em cima para ver se o projeto virou realidade mesmo.

Outros detalhes burocráticos devem existir, com certeza, mas importante foi ter o conhecimento que o Mc Dia Feliz funciona de verdade e que podemos ajudar com toda a tranquilidade que realmente estão colaborando para fazer a diferença na vida de uma criança com câncer.

Portanto, se a sua família não gosta de  Mc Donalds, se puder, compre o Kit, ou compre os vales Big Mac e doem para outras pessoas. O importante é ajudar!!! É fazer a diferença na vida do outro, não é?!?

Para evitar filas no dia do Mc Dia Feliz, compre os vales Big Macs antecipadamente nas lojas. Valor: R$ 11,50 (vale 1 big mac)

Para evitar filas no dia do Mc Dia Feliz, compre os vales Big Macs antecipadamente nas lojas.       Valor: R$ 11,50 (vale 1 big mac)

Se quiserem mais informações da Instituição Santa Isabel de Combate ao Câncer, entrem no facebook:  https://www.facebook.com/ASI.combateaocancer?fref=ts

Lá vocês conseguem falar diretamente com as responsáveis do projeto.

 

VAMOS AJUDAR, MUITAS CRIANÇAS COM CÂNCER DEPENDEM DE NÓS!!! 

Mc Dia Feliz 2013 – este sábado, dia 31 de agosto, em todas as lojas do Mc Donalds!

 

Livros infantis interativos e diferentes

Oi pessoal,

Hoje, quero mostrar para vocês, algumas opções de livros infantis interativos e muito diferentes que fazem sucesso aqui em casa.

Vejam a nossa "cesta" de livros.

Vejam a nossa “cesta” de livros.

O que me deixa mais feliz é que passamos “horas” aprendendo e brincando com estes novos formatos de livros. A prova disto é quando passamos na frente de uma livraria e a Chiara, principalmente, fica louca querendo entrar… imagina que na minha época era assim?!? Nem pensar.. tinha horror só de lembrar quando uma professora pedia para ler um livro!

Bom, mas vamos lá:

Livros de quebra-cabeça:

Para crianças mais da idade da Chiara, 4 anos, que já conseguem montar um quebra-cabeça. Cada folha, um cenário diferente para montar.

Livro das princesas.

Livro da Cinderela

Chiara montando...

Chiara montando…

Este é bem legal.. tem que achar as três partes que juntas formam o personagem certo!

Este é bem legal.. tem que achar as três partes que juntas formam a personagem certa!

Destamaneira, as partes montadas estão certas! Forma o Woody..

Desta maneira, as partes montadas estão certas! Formam o Woody!

Tudo misturado!

Tudo misturado!

 

Livros de achar as personagens da história: 

Existem vários do modelo “Onde está o Wally” eheheheheheh.  Uns mais simples e outros mais complexos…

Este o Benício adora, pois em cada página tem a opção de abrir apenas 3 figuras para achar o Pirata....

Este o Benício adora, pois em cada página tem a opção de abrir apenas 3 figuras para achar o Pirata….

Vejam o Pirata que aparece quando abre a figura do iglu.

Vejam o Pirata que aparece quando abre a figura do iglu.

Este tem que achar muitas coisas.. até hoje não consegui achar tudo hehehehe

Este tem que achar muitas coisas.. até hoje não consegui achar tudo hehehehe

Ao lado direito fica a relação de itens a serem achados!

Ao lado direito fica a relação de itens a serem achados!

Livros pop-up: 

O Benício com 1 ano e 6 meses adora, mas temos que estar sempre perto para o livro não ser inteiramente despedaçado!!! hehehehe

Este livro é o máximo, parecem que todas as figuras pulam para fora do livro...

Este livro é o máximo, parecem que todas as figuras pulam para fora do livro…

Não disse? Vejam a língua do sapo...

Não disse? Vejam a língua do sapo…

 

 

Livros musicais:

Este é sucesso entre as crianças mais novas.

Faz barulho de carro, nem preciso falar que o Benício fica imitando!

Faz barulho de carro, nem preciso falar que o Benício fica imitando!

Este livro tem até microfone e através das cores, ensina a tocar a música!

Este livro tem até microfone e através das cores, ensina a tocar a música!

 

Livros sensoriais:

Para a criança perceber as diferentes texturas!

Diferentes texturas nas imagens: na passarinho do meio há um tecido macio para tocar e acariciar!

Diferentes texturas nas imagens: na passarinho do meio há um tecido macio para tocar e acariciar!

Livros cenários:

São a minha grande paixão, ainda não há muitos modelos disponíveis.

 

Este é o THE BEST daqui de casa! As crianças amam e passam um tempão brincando!

Este é o THE BEST daqui de casa! As crianças amam e passam um tempão brincando!

O livro aberto vira uma fazenda!

O livro aberto vira uma fazenda!

Benício arrumando as "personagens"!

Benício arrumando as “personagens”!

Os dois brincando...

Os dois brincando…

Livro que vira um castelo de princesas e fadas!

Estava contando as escadas...hehehehe

Estava contando as escadas…hehehehe

Livros 3D:

Livros que a criança coloca o óculos e fica 3 D. Ideal para crianças que já saibam ler, pois há muito texto, mas a Chiara já tem faz algum tempo e realmente dá certo, ela coloca o óculos e nós lemos para ela.

Vejam o óculos na capa do livro... foto: www.recreio.com.br

Vejam o óculos na capa do livro… foto: www.recreio.com.br

 

Livros com kits – “personagens” reais para brincar:

Há livros que parecem uma caixa… vem a história e atrás está o cenário e os personagens da história. Muito dez!

Livro caixa!

Livro caixa!

Ele aberto, há o lugar onde vem as personagens. Neste caso, não são as peças verdadeiras... hehehehe

Ele aberto, há o lugar onde vem as personagens. Neste caso, não são as peças verdadeiras… hehehehe

Há outra forma de contar a história com o cenário e as personagens reais… Confiram o que já mostrei AQUI no blog sobre isto. Estimulando ainda mais a criatividade das crianças!

Livros de EVA (molinhos) com peças para encaixar.

É o livro mais antigo do Benício e o predileto… nem preciso dizer que está destruído de tanto que ele brinca…

Tinha uma peça que tampava o fantasma... mas já foi perdida.... ah... e muito mordida!!! hehehehe

Tinha uma peça que tampava o fantasma… mas já foi perdida…. ah… e muito mordida!!! hehehehe

Este é o famoso... cadê o monstro??? achou! hehehehe

Este é o famoso… cadê o monstro??? achou! hehehehe

E a família de vocês, adora um livro também? Compartilha conosco… bjs a todos!

 

 

 

 

 

Como fazer um acampamento em casa divertido?

Oi gente, tudo bem?

Tudo começou quando a minha querida filha Chiara assistiu a um desenho em que as personagens iam acampar no meio do mato, mas tudo lindo, sem frio, sem bichos… Aí ela colocou na cabeça que queria acampar! E quem me conhece sabe que este programa não existe no meu repertório, não faço isto nem pelos meus filhos!!! hehehehehehe gosto de um bom quarto com cama e chuveiro quente! Fresca mesmo… assumo!

Vejam que acampamento perfeito a "luz do luar"!!! hehehe foi deste desenho: The Fresh Beat Band foto: trakt.tv

Vejam que acampamento perfeito a “luz do luar”!!! hehehe foi deste desenho: The Fresh Beat Band / foto: trakt.tv

Aí pensei… e agora! Estou encrencada… o que fazer?

Comecei a falar para ela que iríamos fazer uma noite de acampamento aqui em casa, mas (muito esperta), ela não queria em casa, queria um acampamento de verdade, em casa não dava para fazer “buracos”….hehehehe veja se eu posso!

Eu ainda estava sem saber o que fazer  e ela já estava organizando as “malas” para o tal do acampamento… separou livros, porque lá não tem tv, separou um brinquedo que parece lascas de madeira para fazer a fogueira, corda, cobertor… ou seja, em 30 minutos tínhamos 3 malas prontas para a FAMÍLIA VIVER BEM BOM ir acampar! heheheheheh

De repente, veio uma “luz” e comecei a pesquisar no Google imagens de acampamentos feitos em casa – achei de tudo: barracas feitas de lençol, na cama, com vassoura para ficar alta, mas ela logo escolheu a que ela queria: simplesmente uma barraca de verdade!!! Tudo bem, mais fácil arranjar uma barraca do que ir acampar no mato!

Feito com lençol e vassoura / foto: bomebaratoblog.blogspot.com

Feito com lençol e vassoura / foto: bomebaratoblog.blogspot.com

Feito no colchão / foto: www.klin.com.br

Feito no colchão / foto: www.klin.com.br

 

Foi assim que o nosso acampamento em casa começou a surgir!!! 

Primeiro passo: como não tínhamos barraca, fui atrás de milhares de pessoas para saber quem tinha. E para a minha surpresa, uma colega de trabalho tinha e emprestou-me.

Segundo passo: guardei a surpresa da barraca e só divulguei na sexta-feira, na hora que fui buscá-la na escola. Ela ficou muito feliz e empolgada!

Terceiro passo: fazer com que a família inteira participasse da montagem do acampamento, desde  carregar a barraca, como montar os colchões… tudo!

A força dos dois para carregar a barraca!!! hehehe

A força dos dois para carregar a barraca!!! hehehe

Família unida!!!

Família unida!!!

 

Quarto passo: separar jogos e brincadeiras que poderíamos fazer dentro da barraca (que era a sensação do momento): brincamos de diversos jogos de tabuleiro que as crianças possuem.

Isto foi antes de começar a bagunça dos jogos! Estava apenas na organização...

Isto foi antes de começar a bagunça dos jogos! Estava apenas na organização…

Quinto passo: o que comer em um acampamento (já que teoricamente, não tem fogão) – nem preciso falar que comemos besteira: bisnaguinha, bolacha… tenho que admitir que foi uma delícia!

Sexto passo: Contamos muitas histórias e depois dormimos!!!

Fomos abandonadas no meio da noite pelo Benício e o Papai. Aff...

Fomos abandonadas no meio da noite pelo Benício e o Papai. Aff…

E foi assim, o final de semana inteiro, só desmontamos a barraca no domingo à noite!

FICOU PARA A PRÓXIMA EDIÇÃO DO ACAMPAMENTO VIVER BEM BOM, MAS QUERO FAZER (cada vez fica mais profissional, né??? heheheheh):

-Arranjar uma lanterna, para contar histórias no escuro.

– Fazer uma fogueira de mentira com papel celofane e cantar em volta dela!

– Fazer pela casa uma “trilha na floresta” com obstáculos, pistas dos “duendes”… sei lá mexer bem com a imaginação e criatividade das crianças!

– Fazer comidas durante a semana, pensando no acampamento, sempre a Chiara ajudando!!! Torta de legumes com queijo, bolo de cenoura, comprar suquinhos… pensar nos detalhes!

– Desligar a TV por completo, só fazer joguinhos de acampamento mesmo!!! Isto será um desafio… mas acredito que muito divertido!

 

Espero que tenham gostado!

Um grande bj e até mais!

 

 

 

 

CHEFE DE PAPINHA – Como aprender a fazer e cuidar da alimentação da sua família desde a papinha do bebê!

Oi pessoal!

Tudo bem?

Este post é especial para as mamães que nunca cozinharam e nem imaginam como começar a cozinhar uma papinha. Mas como mudamos tudo por causa dos nossos filhos, os hábitos da família também modificam com a chegada de um baby e vamos ensinar você  a cuidar da alimentação da sua família.

E, mesmo já passando desta fase de papinha, fiquei muito curiosa para conhecer um novo “projeto” de nutrição familiar desenvolvido pela SUPER MÃE, Nathália Donato. Afinal, vocês conhecem a CHEFE DE PAPINHA?

Vários sabores apetitosos de papinhas

Vários sabores apetitosos de papinhas

A alimentação da sua família

Na verdade, tudo começou quando a Nathália teve a estrela do projeto, a Gaby! Ela, como mãe preocupada com a alimentação da sua filhota e também como uma mulher que nunca se alimentou perfeitamente, ficou desesperada quando chegou o momento da introdução alimentar: o que fazer, como fazer, como temperar sem usar sal, afff… Sem falar das etapas de sopinha amassada, pedacinhos de comida…nossa, e a introdução da alimentação saudável na comida da família… Vários e vários “poréns” foram aparecendo na cabeça da Nathália…mas ainda bem, ela passou por cima de todas as dificuldades e hoje, ela tem a “menina do brócolis” em casa! Hehehehehe brincadeirinha, mas a Gaby ama um brócolis e todos os outros alimentos naturais, como verduras, legumes, frutas…. E o mais legal… Não sabe o que é açúcar!

 

Vejam a estrela do Projeto no colo da mãe "a Gaby". Na foto também: Nathália Donato, Adriana Vieira e Euzinha!

Vejam a estrela do Projeto no colo da mãe “a Gaby”. Na foto também: Nathália Donato, Adriana Vieira e Euzinha!

 

Pensando no sucesso que a Nathália obteve com a filha, ela pensou em ajudar outras mães e famílias… Foi atrás de diversos profissionais que pudessem fornecer embasamentos sobre o assunto, tais como: uma nutricionista, uma fonoaudióloga, pediatra…

Mas Camila, fala logo, o que hoje a CHEFE DA PAPINHA faz?

Dentre tantos serviços, o principal projeto é ensinar a outras mães a fazer papinhas saudáveis. Só que além dos atendimentos e workshops, se a pessoa precisar, ela vai até a sua casa para ensiná-lá a fazer na prática, vai ao supermercado para dar dicas de melhores escolhas… Sem falar do atendimento familiar, afinal um dia este bebê começará a comer a comida da família e, aí? Como está a qualidade desta comida? Normalmente,nada saudável, inclusive a nutricionista do projeto, que também chama Nathália, só que o sobrenome é Guedes, afirmou que está assustada com a quantidade de crianças de 5 anos que estão aparecendo em seu consultório com colesterol alto… Absurdo, né?

As duas Nathálias juntas: A criadora do projeto está a esquerda ¨Nathália Donato¨e a nutricionista " Nathália Guedes" está à direita da foto.

As duas Nathálias juntas: A criadora do projeto está à esquerda ¨Nathália Donato¨e a nutricionista ” Nathália Guedes” está à direita da foto.

O mais importante é que todo o serviço prestado conta com o apoio de profissionais de saúde, garantindo que a informação passada seja correta. Além disso, a Chefe de Papinha segue à risca as recomendações da Sociedade Brasileira de Pediatria e da Organização Mundial de Saúde.

Vejam a linda Theodora comendo tudo!!!

Vejam a linda Theodora comendo tudo!!!

Para quem quiser conhecer mais, a Chefe de Papinha realiza no dia 10 de agosto, o seu primeiro WORKSHOP DE PAPINHA, em parceria com a Namaskar Yoga, para ajudar as mães que estão embarcando no universo da introdução alimentar e gostariam de proporcionar uma rotina saudável desde já, combinando amamentação e alimentação.

Neste dia, além da presença da Chefe de Papinha Nathália Donato, teremos a presença da nutricionista Dra. Nathália Guedes. Todos receberão uma apostila no final do curso.

Programa do workshop:

  • O início – Por que só aos seis meses?
  • A  nova  rotina de amamentação e alimentação
  • Como introduzir as frutas
  • A papinha salgada (higienização de alimentos, preparo e congelamento)
  • A consistência ideal para estimular a mastigação
  • O ambiente ideal para a refeição e o comportamento esperado do bebê
  • Métodos alternativos
  • Introdução de  outros líquidos (água e sucos)
  • A importância da alimentação saudável na infância

Seguem abaixo mais informações sobre o workshop. Amei este projeto, espero que gostem também. bjs a todos!!!

Data: 10 de agosto – sábado

Local: Namaskar Yoga

End.: Av Siqueira Campos, 429 sala 11 (canal 4) – SANTOS

Horário: das 10 às 12h30.

Valor: R$ 80,00 (individual ou mãe + bebê) / R$ 100,00 (casal + bebê) ou casal grávido

Reserva de vaga: com Aline, no e-mail aline@namaskaryoga.com.br, ou pelo telefone (13) 3345 2680 após 15h

Saiba mais no blog Chefe de Papinha http://www.chefedepapinha.com

Contatos:
Chefe de Papinha – Nathália – (13) 9177-0131 – ligar das 9h às 20h
chefedepapinha@gmail.com
http://www.chefedepapinha.com
Fanpage no Facebook: https://www.facebook.com/pages/Chefe-de-Papinha/461227473955698

Namaskar Yoga – Aline – (13) 3345 2680 – ligar após 15h
aline@namaskaryoga.com.br
http://www.namaskaryoga.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/Namaskar.Yoga.Brasil

 

 

 

Mãe polvo – Como entreter as crianças em um evento para adultos???

Oiêêê!!!

Bom, antes de explicar qualquer coisa, vocês já devem estar se questionando: se é um evento para adultos, as crianças não deveriam ir…. o mínimo de desconfiômetro, né Camila???

Pois é, sabem aquela história de que nem tudo que é teoria acontece na prática??? Bingo!!!

Preparados para rir???

Fui convidada para assistir uma palestra de uma pessoa que conheci faz pouco tempo, mas que já tenho muito carinho pela família.

Este é o meu amigo e palestrante Rodrigo Hernandes e a fofíssima da sua mulher, a Michele.

Este é o meu amigo e palestrante Rodrigo Hernandes e a fofíssima da sua mulher, a Michele.

Bom, tudo certo, maridão iria ficar com as crianças, tudo planejado com antecedência, mas no dia exato (parece que é sempre assim…) ele teve que ir viajar!!! Afff…. O que fazer? Não queria perder…. Entrei em contato com o palestrante, perguntando se havia problemas em levar as crianças e ele SENDO EDUCADO… Heheheheh (brincadeira) falou que não tinha problemas. Esta seria a DICA 1: pesquise se realmente pode levar.

Vamos lá, então, decidi: a Família Viver Bem Bom vai à palestra!

Dica 2: como tenho dois filhos, fiquei preocupada o que iria fazer se um corresse para um lado e o outro para o outro, então, como a minha tia estava em casa, pedi para que ela fosse comigo para dar um Help…. Mas se você não tem esta opção veja se alguém que estiver no evento é conhecido e pode te ajudar… No meu caso, a mulher do palestrante já tinha se oferecido para ficar comigo!

Dica3: Como imaginei que seria um local sem estrutura nenhuma para crianças, afinal eles não deveriam estar lá, preparei uma sacola básica de brinquedos que NÃO fazem barulhos para poder distraí-los durante o evento.

Sacola básica de brinquedos!!!

Sacola básica de brinquedos!!!

Dica 4: Como não sabia quanto tempo duraria a palestra, também preparei um  potinho com comida (afinal, o evento era bem na hora do jantar) e squezze com água (como imaginei que a palestra iria ser em salões “chiques”, levei uma comida seca (arroz com carne moída), pois se derrubasse dava para pegar do chão.

Tudo bem, pegamos tudo! Além de tudo isto acima, o kit básico com fraldas, roupa a mais para o Benício…. Colocamos todos no carro e partimos…

Dica 5: se você está “esbaforida” e atrasada, o interessante é sempre olhar com atenção o endereço para que não ocorra erros,  principalmente com crianças no carro. Pois bem, não fiz nada disto! REPROVADA... Hehehehe li que o evento era no final de um canal aqui de Santos, quando cheguei ao final do canal e não tinha evento nenhum, reparei que estava errada e muito atrasada.

Coloquei no GPS (DICA 6: se não sabe, não queira ser a heroína, como os maridos gostam de ser, já escrevi sobre isto AQUI, coloca no GPS, eles salvam a vida!!!)…. Agora, querem rir mais um pouco de mim?!? A hora que o GPS mostrou onde era o endereço certo, descubri que poderia ir a pé…. Ficava exatamente à 3 quadras da minha casa!!! Isto mesmo…. sou uma anta!!! heheheh

Tudo bem, pensamento positivo, vamos preservar o bom humor, dei a volta e fui para o hotel, como estava atrasada, pensei: vou para lá e estaciono no hotel…. DICA 7: é sempre bom, verificar se o lugar tem estacionamento, principalmente se for aqui em Santos, que estacionamento é bem complicado. Lógico que na minha maré de azar, o hotel não tinha estacionamento, então fui para casa, estacionei e fomos andando igual uma loucas com as crianças para o evento.

Chegamos lá, UFA!!! Estava começando… sentamos todos bonitinhos nas cadeiras, tudo certo. Até que teve uma dinâmica, logo no começo, a Chiara é tímida e “fechou a cara”. Resultado: os dois queriam o meu colo… Aí começou o malabarismo…hehehehehe com brinquedos, comida….

Depois de algum tempo, a Chiara dormiu na cadeira e o Benício começou a dar palestra junto com o palestrante, pois não sabia quem falava mais alto hehehehehe, mas com jeitinho fui brincando, distraindo e consegui (dentro do possível) prestar atenção no evento.

Olha a Família "firifimfim", ops Viver Bem Bom no meio da palestra

Olha a Família “firifimfim”, ops Viver Bem Bom no meio da palestra

Para encerrar o dia, quase ao final da palestra, o Benício me chama para avisar que a Chiara fez XIXI na cadeira…. Isto mesmo!!! Gafe master…. Hehehehe  Como não tinha o que fazer, porque só levei roupa a mais para o Benício (lei de murphy), tive que esperar….

Terminou! Fui a primeira a levantar para sair logo, minha super tia com o Benício e eu com A Chiara, a super mijada!!! Avisei um organizador sobre o xixi (que vergonha) e fomos embora, carregando os dois pesos no colo até em casa.

Depois de tudo isto Mamãe Viver Bem Bom, você acha mesmo certo ter levado as crianças??? Levando em consideração que o ideal não era levar, mas que não tinha outra opção (tudo bem que foi uma catástrofe total e que cheguei toda de xixi em casa) no final de tudo, rimos muito! O importante é que amei a palestra, consegui prestigiar os amigos que tiveram tanto zelo em me convidar… chego a conclusão que faria tudo de novo! Porém, prestaria mais atenção em alguns detalhes, né????? hehehehehehe

O que vocês acham? Levariam???

bjs à todos!

Amei a palestra! Obrigada Rodrigo Hernandes pela paciência hehehehehe

Amei a palestra! Obrigada Rodrigo Hernandes pela paciência hehehehehe

Livro Negociando com Sucesso à venda na Apple Store -itunes.apple.com

Livro Negociando com Sucesso à venda na Apple Store – itunes.apple.com

 

Materdança – vocês sabem o que é?

Oi gente,

 

Neste final de semana que passou, tive uma experiência super bacana na Namaskar Yoga, em Santos.  Fui convidada para conhecer uma aula de MATERDANÇA.

Logo que cheguei, fiquei super curiosa o que seria esta aula, já que as mães estavam se alongando e os filhos “brincando” livres pelo espaço da sala.

Minha amiga e proprietária do espaço ADRIANA VIEIRA, explicou-me dizendo que apesar de muitas pessoas acharem que a aula é feita para os bebês, a aula é totalmente pensada para as MÃES. A Materdança é uma alternativa  para que as mães possam se exercitar junto com seus filhotes!!! AHHHH, achei o máximo!!! Afinal de contas, arranjar tempo para tudo está um pouco difícil, então porque não juntar o útil ao agradável?!?

Logo depois do alongamento, as mães colocam os seus wrap slings para começar a dança com seus bebês. E quem tem filhos maiores também pode participar (nesta aula estava uma mãe com um bebê de quase 1 ano e uma filha de 5 anos)

Depois de um alongamento, as mães começam a dançar com seus filhos!

Depois de um alongamento, as mães começam a dançar com seus filhos!

A aula possui  duração de 1 hora, só que nos primeiros 15 minutos, a aula estava tão gostosa que todos os bebês estavam “capotados”. hahahahah… E o melhor, a aula continua normalmente…eles continuam no ritmo da dança!!! Que delícia…

Os bebês adoram a aula!!!

Os bebês adoram a aula!!!

Elas dançaram muito, fiquei morrendo de vontade de fazer também. Ao final da aula, os bebês saem dos slings e ocorre um relaxamento para finalizar a aula.

Adriana Vieira é a moça de branco com 40 semanas de gravidez. A Dora está preguiçosa hehehehe

Adriana Vieira é a moça de branco com 40 semanas de gravidez. A Dora está preguiçosa… hehehehe

Adorei!! A mãe fica feliz, o filho fica junto… é uma super atividade em família!

A Fernanda é a professora junto com sua filha linda Theodora

A Fernanda Iannuzzi é a professora junto com sua filha linda Theodora

E aí… vocês já conheciam a MATERDANÇA?

Compartilhem conosco as suas experiências…

bjão e até mais!!!